The Effectiveness and Benefit of Therapy Taping ® Method in Children and Adolescents with Autism Spectrum Disorder-T.E.A

P Estopa, C Mendes, C Ralio

Resumo


Abstract

The Autism Spectrum Disorder - TEA encompasses changes in communication: verbal  and/or non-verbal language, social interaction and behavior. The objective of this study was to evaluate the effect of applications of  Therapy Taping ® Method in children and adolescents diagnosed with TEA. Five students were selected, between 9 and 13 years, divided into two groups (internal and external rotation of the hip). The data were collected by means of motor assessment, photos and footage, before and after 12 applications. The application of the bandage was on the skin of the ischial tuberosity until half of the thigh, following the Therapy Taping method®. The participants (100%) presented biomechanics alteration in limbs, two (40%) applied for positioning of the hip in internal rotation and three (60%) for external rotation of the hip. In the final evaluation photos and videos were analyzed and obtained positive results in three (60%), and in moments that remained with the bandage adhered to the skin, providing external support to the body and improvement in the limbs positioning, however, when they were without the bandage, there was no significant change due to muscular hypotonia, structured global postural changes and difficulty  maintaining the bandage adhered to the skin, due to sensory changes and behavior.  The applications were suspended in two participants (40%), due to family  withdrawal. After the applications of the  Therapy Taping Method® positive results were achieved with participants who kept the bandage adhered to the skin, in relation to the sensorial system, and thus there were significant results, since four participants showed good adhesion of the bandages, not presenting difficulty, because of sensory disorder.

 

Keywords: Language. Lower Extremity. Athletic Tape.

 

Resumo

O Transtorno do Espectro Autismo - TEA engloba alterações da comunicação: linguagem verbal e/ou não verbal, interação social e comportamento. Objetivo desse estudo foi avaliar efeito das aplicações do Método Therapy Taping ® em crianças e adolescentes diagnosticados com TEA. Foram selecionados cinco alunos, entre 9 e 13 anos, divididos em dois grupos (rotação externa e interna de quadril). Os dados foram coletados por formulário de avaliação motora, fotos e filmagens, antes e após 12 aplicações. A aplicação da bandagem foi na pele da tuberosidade isquiática até metade da coxa, seguindo o Método Therapy Taping®. Os participantes (100%) apresentavam alteração biomecânica nos Membros Inferiores, dois (40%) aplicado para posicionamento do quadril em rotação interna e três (60%) para rotação externa do quadril. Na avaliação final foi analisado fotos e vídeos e obtivemos resultados positivos em três (60%), sendo nos momentos que mantiveram com a bandagem aderida à pele, proporcionando apoio externo ao corpo e melhora no posicionamento dos membros inferiores, porém, quando estavam sem a bandagem, não houve mudança significativa por apresentarem hipotonia muscular global, alterações posturais estruturadas e dificuldade em manter a bandagem aderida a pele, devido alterações sensoriais e do comportamento.  As aplicações foram suspensas em dois participantes (40%), por desistência familiar. Após as aplicações do Método Therapy Taping® alcançamos resultados positivos com os participantes que mantiveram a bandagem aderida à pele, em relação ao sistema sensorial, tivemos resultados significativos, já que quatro participantes apresentaram boa adesão das bandagens, não apresentando dificuldade, devido desordens sensoriais.

 

Palavras-chave: Apraxias. Extremidade Inferior. Fita Atlética.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17921/2447-8938.2019v21n3p291

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Journal of Health Sciences