Elastic Bandage as Therapeutic Auxiliary Resource in the Feeding of Newborns: Cases Study

TF Santana, MAA Silva, CC Silverio

Resumo


Abstract

The elastic bandage is a therapeutic resource recently used in the speech therapy performance. integumentary stimulation is used to promote sensory and mechanical information  specifically in neonatology, there are no studies in the literature that investigate the effect of elastic bandage in this population. The clinical practice demonstrates that the use of this resource has favored the development of oral motor abilities. The objective was to describe the use of the elastic bandage as auxiliary resource in the stimulation of newborn infants with feeding difficulty orally. Type of study: Multiple cases study. Four newborns were studies, one term and three pre-term, hospitalized in the intermediate risk neonatal unit. According to the speech-language evaluation and the difficulty of the newborn  the region of  application of bandages was defined, which were two regions: supra-hyoid and cheeks. The performance of the oral feeding of infants was analyzed before, during (24 and 48 hours) and after the use of the bandage. The parameters compared were : power, strength and rhythm of sucking, ingested volume per minute, coordination and weight. The application of elastic bandage in the four infants showed improvement in all parameters related to oral feeding. According to the analysis of the cases studied it was possible to identify that the use banding associated to speech therapy, regardless of the region applied, helped the newborns to feed orally efficiently  and safely.

 

Keywords: Speech. Feeding. Infant, Newborn.


Resumo

A bandagem elástica é um recurso terapêutico recentemente utilizado na atuação fonoaudiológica. Utiliza-se da estimulação tegumentar para promover informações sensoriais e mecânicas Especificamente em neonatologia, não existem estudos da literatura que investiguem o efeito da bandagem elástica nessa população. A prática clínica demonstra que a utilização deste recurso tem favorecido o desenvolvimento das habilidades motoras  orais. O objetivo foi descrever o uso da bandagem elástica como recurso auxiliar na estimulação de recém-nascidos com dificuldade de alimentação por via oral. Tipo de estudo: Estudo de casos múltiplos. Foram estudados quatro recém-nascidos, um a termo e três pré-termos, internados na unidade neonatal de risco intermediário. De acordo com a avaliação fonoaudiológica e da dificuldade do recém-nascido foi determinada a região de aplicação da bandagem, foram duas regiões: supra-hioide e bochechas. O desempenho da alimentação via oral dos bebês foi analisada antes, durante (24 e 48 horas) e depois do uso da bandagem. Os parâmetros comparados foram: via de alimentação, força e ritmo de sucção, volume ingerido por minuto, coordenação e peso. A aplicação da bandagem elástica nos quatro recém-nascidos mostrou melhora em todos os parâmetros analisados relacionados a alimentação via oral. Conforme a análise dos casos estudados pudemos identificar que o uso da bandagem associada à fonoterapia, independentemente da região aplicada, auxiliou os recém-nascidos a se alimentarem por via oral de forma eficiente e segura.

 

Palavras-chave: Apraxias. Alimentação. Recém-Nascido.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17921/2447-8938.2019v21n3p300

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Journal of Health Sciences