Therapy Taping Method ® in Infants at Risk: a New Approach for Facilitation of Motor Development

BHG Barreto, CE Emiliano, C Iwabe, PA Campos e Silva

Resumo


Abstract

Prematurity is one of the major causes of precariousness in the acquisition of the child mark motors. Physiotherapy acts in the stimulation and preparation of this child, using specific techniques and specific handling to ensure that the goal is reached. The Method Therapy Taping (MTT) has been increasingly used in these individuals, always in association with the sessions of physiotherapy, allowing the gain of movements and positions necessary for human development. The objective was to verify the influence of the elastic bandage by MTT associated with sessions of physiotherapy in the gain of mark motors in a child with delayed motor development. Type of study: Experimental. An infant was assessed with corrected age of 6 months, without correlation with neurological diseases. The evaluation plan was through the Alberta Infant Motor Scale (AIMS). The treatment was carried out for six months, applying elastic bandage by previous technique (for 8 weeks) and later of trunk (8 weeks), associated with the sessions of physiotherapy. In the last 8 weeks the two associated techniques were maintained. The child increased the AIMS score from 13 to 18 points,being  able to perform activities such as scroll and take her hands in the middle line. MTT with focus on atypical motor development of infants, associated with the sessions of physiotherapy, showed positive results in the gain of the child’s mark motors in this study.

 

Keywords: Infant, Premature. Physical Therapy Specialty. Athletic Tape. 

 

Resumo

A prematuridade é uma das grandes causas de precariedades na aquisição de marcos motores da criança. A fisioterapia atua na estimulação e preparo desta criança, utilizando-se de técnicas e manuseios específicos para que o objetivo seja alcançado. O Método Therapy Taping (MTT) tem sido cada vez mais utilizado nesses indivíduos, sempre em associação as sessões de fisioterapia motora, permitindo o ganho de movimentos e posições necessárias para o desenvolvimento humano. O objetivo foi verificar a influência da bandagem elástica pelo MTT associado a sessões de fisioterapia motora no ganho de marcos motores em uma criança com atraso no desenvolvimento motor. Tipo de estudo: Experimental. Foi avaliado uma lactente com idade corrigida de 6 meses, sem correlação com patologias neurológicas. O plano de avaliação foi através da Escala Motora Infantil de Alberta (AIMS). O tratamento foi realizado durante seis meses, aplicando bandagem elástica pela técnica anterior (durante 8 semanas) e posterior de tronco (8 semanas), associado a sessões de fisioterapia motora. Nas últimas 8 semanas mantiveram-se as duas técnicas associadas. A criança aumentou o escore da AIMS de 13 para 18 pontos, conseguindo realizar atividades como rolar e levar as mãos na linha média. O MTT com enfoque no desenvolvimento motor atípico de bebês, associado a sessões de fisioterapia motora, apresentou resultados positivos no ganho de marcos motores da criança deste estudo.

 

Palavras-chave: Recem-Nascido Prematuro. Fisioterapia. Fita Atletica. 


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17921/2447-8938.2019v21n3p312

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Journal of Health Sciences