Acute Citrulline-Malate Oral Supplementation does not Improve Post-Aerobic-Exercise Autonomic Response in Normotensive and Hypertensive Subjects: a Pilot Randomized Controlled Study

Resumo

Abstract
The present study was designed to investigate whether citrulline malate (CM) supplementation might influence post-aerobic-exercise autonomic response in normotensive and hypertensive subjects. Forty individuals (20 normotensives and 20 hypertensives) were randomly assigned to one of the four experimental groups (normotensive-placebo [NP], normotensive-CM [NC], hypertensive-placebo [HP], and hypertensive-CM [HC]). The participants ingested CM (6 g) or placebo dissolved in water (100 ml) 120 min before the exercise session. The exercise session was conducted on a treadmill and consisted of 40 min of running/walking at 60-70% HRreserve. The heart rate variability (HRV) was recorded continuously for 60 min post-exercise. In normotensive subjects at “post-30”, LF increased and HF decreased after the CM supplementation (16% [P=0.041] and -32% [P=0.037], respectively). No significant differences were found in “pre”, “post-30” and “post-60” considering the pooled (NP, NC, HP, and HC) z-scores for time and frequency HRV domains. These results suggest that a single dose of CM supplementation does not promote significant effects on post-exercise autonomic modulation in normotensive and hypertensive subjects.

Keywords: Autonomic Nervous System. Citrulline Malate. Hypertension. Exercise.

Resumo
O presente estudo foi desenvolvido para investigar se a suplementação de citrulina malato (CM) pode influenciar a resposta autonômica após exercício aeróbico em indivíduos normotensos e hipertensos. Quarenta indivíduos (20 normotensos e 20 hipertensos) foram aleatoriamente designados para um dos quatro grupos experimentais (normotenso-placebo [NP], normotenso-CM [NC], hipertenso-placebo [HP] e hipertenso-placebo [HP] e hipertenso-CM [HC]). Os participantes ingeriram CM (6 g) ou placebo dissolvido em água (100 ml) 120 minutos antes da sessão de exercícios. A sessão de exercícios foi realizada em esteira e consistiu em 40 minutos de corrida/caminhada a 60-70% da FCres. A variabilidade da frequência cardíaca (VFC) foi registrada continuamente por 60 minutos após o exercício. Nos normotensos “pós-30”, houve aumento para LF e redução para HF após a suplementação de CM (16% [P=0,041] e -32% [P=0,037], respectivamente). Não foram encontradas diferenças significativas nos momentos "pré", "pós-30" e "pós-60", considerando os escores-z combinados (NP, NC, HP e HC), tanto para os indicadores de domínio do tempo, quando para os de domínio da frequência. Estes resultados sugerem que uma dose única de suplementação de CM não promove efeitos significativos na modulação autonômica após exercício em indivíduos normotensos e hipertensos.

Palavras-chave: Sistema Nervoso Autônomo. Citrulina Malato. Hipertensão, Exercício.

Publicado
2020-12-21
Seção
Artigos