A gestão das emoções na educação: reflexões, propostas e desafios

  • Felipe Chibás
  • Ana Lucia Nogueira Braz

Resumo

O presente artigo aborda os aspectos emocionais durante o processo ensino aprendizagem. Diversas relações entre a educação e a gestão das emoções e sentimentos no âmbito do aprendizado atual. Apresenta uma classificação dos processos afetivos e propõe a criação de uma cultura dos sentimentos a fim de facilitar o processo educacional criativo. O objetivo é fazer algumas reflexões que partindo da prática e pesquisas realizadas possam contribuir para compreender a importância da estimulação afetivo-motivacionais como motor da aprendizagem. Apontar caminhos, metodologias e práticas para gerir as emoções e sentimentos no âmbito daescola. Refletir sobre a formação profissional universitária e técnica que deveriam ser capazes de formar não apenas profissionais com grande capacidade técnica, que dominem certo número de competências e habilidades de ordem essencialmente cognitiva, mas também deveriam formar pessoas no qual essas capacidades cognitivas, tenham um adequado equilíbrio com os estados e disposições de caráter preponderantemente emocional /afetivo.
Publicado
2015-07-07
Seção
Artigos