Estudo retrospectivo do tratamento fisioterapêutico de um paciente portador de AVC, após aplicação de toxina botulínica

Andreza Maria Luzia Baldo de Souza, Paola A. Paula, Paola A. Paula

Resumo


O objetivo desse estudo foi relatar e descrever os aspectos positivos e negativos de forma retrospectiva no processo de reabilitação de um paciente submetido à aplicação de toxina botulínica tipo A na fase aguda do AVC, associado à fisioterapia, que realizou aplicação de toxina botulínica, e reabilitação fisioterapêutica por um período de 7 meses. Foram analisados os resultados relacionados à força muscular, tônus e nível de independências. Resultados: Foi observado um aumento do tônus muscular após a aplicação da toxina botulínica tipo A, associada à fisioterapia de flexores e extensores de quadril; rotadores externos e flexores plantares; quanto à força muscular e Índice de Barthel paciente apresentou uma melhora relevante. Conclusão: A TBA não se mostrou eficaz no tratamento da espasticidade no presente estudo. Já a força muscular e Índice de Barthel, apresentaram grandes melhoras. Mostrando-se a fisioterapia um elemento facilitador para melhora dos mesmos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17921/1415-6938.2012v16n4p%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.