Neoformação in vitro de Parte Aérea e Enraizamento Adventício de Brotações de Tabernaemontana catharinensis A. DC

Resumo

Plantas nativas com potencial medicinal têm acentuada valorização mundial, contudo, ainda muitas espécies requerem estudos ecológicos e fisiológicos, que auxiliarão na multiplicação e conservação das espécies. Assim se objetivou, neste trabalho, avaliar o efeito da 6-benzilaminopurina (BAP) associada ao ácido naftalenoacético (ANA) no estímulo de formação de brotações aéreas a partir de segmentos cotiledonares de Tabernaemontana catharinensis e posterior indução do enraizamento em cultivo suplementado com ácido indolbutírico (AIB). Segmentos cotiledonares de plântulas obtidasin vitro foram inoculados em meio de cultivo (MS), contendo diferentes combinações de BAP e ANA: 0,0 x 0,0; 1,0 x 0,1; 2,0 x 0,2; 4,0 x 0,4; 6,0 x 0,6 mg L-1, respectivamente. Após a obtenção de brotações aéreas, as mesmas foram cultivadas em meio contendo AIB, por 30 dias, nas concentrações de 0,0; 1,0; 2,0; 4,0 ou 6,0 mg L-1. A organogênese direta de brotações adventícias foi induzida sem a necessidade de fitorreguladores de crescimento (BAP x ANA) no meio de cultivo. No entanto, houve um incremento no número de brotos e folhas, comprimento e massa fresca das brotações na presença dos fitorreguladores. A rizogênese em brotações aéreas, quando cultivadas em meio enriquecido com 6,0 mg L-1de AIB atingiu 80%. As variáveis: comprimento, massa fresca e número de raízes foram potencializadas com adição de AIB. Portanto, os fitorreguladores de crescimento promovem a obtenção de um maior número de microplantas completas desta espécie, a partir de segmentos cotiledonares cultivados in vitro.

Palavras-chave: Planta Medicinal. Auxinas. Citocininas. Parâmetros Fisiológicos.

 

Abstract

Native plants with medicinal potential have outstanding worldwide appreciation, however still many species require ecological and physiological studies, which will assist in the species multiplication and conservation. Thus, the aim of this study was to evaluate the effect of naphthalene acetic acid (NAA) associated with 6-benzylaminopurine (BAP) on the stimulation of shoot formation from cotyledonary segments of Tabernaemontana catharinensis and subsequent induction of rooting in Indolbutyric-acid supplementation (IBA). Cotyledonous segments of seedlings obtained in vitro were inoculated in culture medium (MS) containing different BAP and NAA combinations: 0.0 x 0.00 ; 1.0 x 0.1; 2.0 x 0.2; 4.0 x 0.4 ; 6.0 x0.6 mg L-1, respectively. After obtaining aerial shoots, they were cultivated in medium containing IBA, for 30 days, at concentrations of 0.0; 1.0; 2.0; 4.0 or 6.0 mg L-1. Direct organogenesis of adventitious shoots can be induced without the need for growth phytoregulators (BAP x NAA) in the culture medium. However, there is an increase in leaf number, shoot length and fresh shoot weight in the presence of phytoregulators. The rhizogenesis in shoots when grown in medium supplemented with 6.0 mg L-1 of IBA reaches 80%. The variables length, fresh mass, and root number were potentiated with the IBA addition. Therefore, growth regulators make it possible to obtain a larger number of complete microplants of this species from in vitro cultivated cotyledonary segments. 

Keywords: Medicinal Plant. Auxins. Cytokinins. Physiological Parameters.

 

Biografia do Autor

Juçara Terezinha Paranhos, Universidade Federal de Santa Maria, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Agrobiologia. RS, Brasil.

Departamento de Biologia

Luciane Almeri Tabaldi, Universidade Federal de Santa Maria, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Agrobiologia. RS, Brasil.

Departamento de Biologia

Referências

BÉLO, M. et al. Avaliação do efeito bioinseticida dos extratos de Tabernaemontana catharinensis A. DC. (Apocynaceae) e Zeyheria montana Mart. (Bignoniaceae) sobre a mosca Zaprionus indianus (Díptera: Drosophilidae) (Gupta, 1970). Revista Brasileira de Biociências, v.7, n.3, p.235-239, 2009.

COSTA, G.M. et al. Propagação in vitro de Erythrina velutina. Ciência Rural, v.40, n.5, p.1090-1096, 2010.

DEWIR Y.H. et al. Micropropagation and detection of important triterpenes in vitro and field grown plants of Syzygium cordatum. Journal of Medicinal Plants Research, v.5, n.14, p.3078-3083, 2011.

FERMINO JUNIOR, P.C.P.; PEREIRA, J.E.S. Germinação e propagação in vitro de Cerejeira (Amburana acreana (Ducke) A.C. Smith – Fabaceae). Ciência Florestal, v.22, n.1, p.1-9, 2012.

FERREIRA, D.F. SISVAR: um programa para análises estatísticas e ensino de estatística. Revista Symposium, v.6, n.2, p.36-41, 2008.

FORD, Y.Y. et al. Adventitious rooting: examining the role of auxin in easy and a difficult-to-root plant. Plant Growth Regulation, v.36, n.2, p.149-159, 2002.

FRANCISCO, J.P. et al. Qualidade de mudas de manjericão (Ocimum basilicum L.) em casa de vegetação submetida a diferentes substratos e concentração de ácido indolbutírico. Revista em Agronegócio e Meio Ambiente, v.8, n.2, p.401-419, 2015.

GEORGE E.F; DEBERGH P.C. Micropropagation: Uses and methods. In: George E.F, Hall M.A & De Klerk G.J (Eds.) Plant propagation by tissue culture. 3ª ed. The Background. Dordrecht, Springer. 2008, p.29-64.

GUTIERREZ, I.E.M. de et al. Multiplicação in vitro de Tapirira guianensis Aubl. (Anacardiaceae). Revista Ceres, v.60, n.2, p.143-151, 2013.

JARDIM L.S. et al. Efeito de diferentes reguladores de crescimento na regeneração in vitro de pau-rosa (Aniba rosaeodora Ducke). Acta Amazonica, v.40, n.2, p.275-280, 2010.

LORENZI, H. Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil. Nova Odessa: Instituto Plantarum, 2009. p.384.

MAGGIO, A. et al. Salt stress response in tomato beyond the salinity tolerance threshold. Environmental and Experimental Botany, v.59, n.3, p.276–282, 2007.

MAIA, J.T.L.S. et al. Influência do cultivo em consórcio na produção de fitomassa e óleo essencial de manjericão (Ocimum basilicum L.) e hortelã (Mentha x villosa Huds.). Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v. 11, n.2, p.137-140, 2009.

MONFORT, L.E.F. et al. Efeito do BAP no cultivo in vitro de Ocimum selloi Benth. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v.14, n.3, p.458-463, 2012.

MORAIS, T.P.; ASMAR, S.A.; LUZ, J.M.Q. Reguladores de crescimento vegetal no cultivo in vitro de Mentha x Piperita L. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v.16, n.2, p.350-355, 2014.

MOREIRA, M.A. et al. Efeito de substratos na aclimatização de mudas micropropagadas de abacaxizeiro cv. Pérola. Ciência e Agrotecnologia, v.30, n.5, p.875-879, 2006.

MURASHIGE, T.; SKOOG, F. A revised medium for rapid growth and bio assays with tobacco tissue cultures. Physiologia Plantarum, v.15, n.3, p.473-497, 1962.

NEPOMUCENO, C.F. et al. Respostas morfofisiológicas in vitro de plântulas de Anadenanthera colubrina (Vell.) Brenan var. cebil (Griseb) Altschul. Revista Árvore, v.33, n.3, p.481-490, 2009.

PEREIRA, C. et al. Antioxidant and antimycobacterial activities of Tabernaemontana catharinensis extracts obtained by supercritical CO2 + cosolvent. Journal of Medicinal Food, v.8, n.4, p.533 – 538, 2005.

PEREIRA, P.S. et al. Chemical constituents from Tabernaemontana catharinensis root bark: a brief NMR review of indole alkaloids and in vitro cytotoxicity. Química Nova, v.31, n.1, p.20-24, 2008.

PIANA, M. et al. Phytochemical analysis and antioxidante capacity of Tabernaemontana catharinensis A. DC. Fruits and branches. Anais da Academia Brasileira de Ciências, v.86, n.2, p.881-888, 2014.

PINHAL, H.F. et al. Aplicações da cultura de tecidos vegetais em fruteiras do Cerrado. Ciência Rural, v.41, n.7, p.1136-1142, 2011.

REIS, E.S. et al. Influência do meio de cultura na germinação de sementes in vitro e taxa de multiplicação de Melissa officinalis L. Revista Ceres, v.55, n.3, p.160-7, 2008.

ROCHA, S.C. et al. Micropropagação de Cabralea canjerana. Revista Árvore, v.31, n.1, p.43-50, 2007.

SANTANA, J.R.F. et al. Estímulo do comportamento fotoautotrófico durante o enraizamento in vitro de Annona glabra L., II. Aspectos da anatomia da folha antes da aclimatização. Ciência e Agrotecnologia, v. 32, n. 2, p.640-644, 2008.

SILVA, A.L.L. et al. Germinação in vitro de sementes e indução de calos em plântulas, cotilédones e anteras de porongo (Lagenaria siceraria (Mol.) Stand.) – Cucurbitaceae. Journal of Biotechnology and Biodiversity, v.3, n.4, p.117-126, 2012.

SOUZA, A.V.; PEREIRA, A.M.S. Enraizamento de plantas cultivadas in vitro. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v.9, n.4, p.103-117, 2007.

VILLA, F. et al. Multiplicação in vitro da amoreira-preta 'Ébano' em diferentes concentrações de meio MS e BAP. Ciência e Agrotecnologia, v.29, n.3, p.582-589, 2005.

XAVIER, A.; WENDLING, I.; DA SILVA, R.L. Silvicultura clonal: princípios e técnicas. Viçosa: Universidade Federal de Viçosa, 2009, p. 272.

Publicado
2020-05-27
Seção
Artigos