Fitoquímica e Alelopatia da Aroeira -Vermelha (Schinus terebinthifolius Raddi) na Germinação de Sementes

  • Gislayne de Araujo Bitencourt Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Unidade Universitária de Aquidauana. MS, Brasil.
  • Cibele Caren Moraes Gonçalves Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Unidade Universitária de Aquidauana. MS, Brasil.
  • Artur Guerra Rosa Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Unidade Universitária de Aquidauana. MS, Brasil.
  • Deizeluci de Fátima Pereira Zanella Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Unidade Universitária de Aquidauana. MS, Brasil.
  • Rosemary Matias Universidade Anhanguera Uniderp, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional. MS, Brasil.

Resumo

Os compostos alelopáticos podem afetar o crescimento e inibir a germinação das espécies. O objetivo deste trabalho foi analisar a fitoquímica e o efeito alelopático do extrato das folhas de Schinus terebinthifolius Raddi na germinação e crescimento de plântulas de Lactuca sativa L. e, posteriormente, aplicar a metodologia em eucalipto vermelho (Eucalyptus camaldulensis). Os compostos químicos foram determinados em extrato alcoólico das folhas, comparados e contrastados observando a alteração de cor. As sementes de alface e eucalipto vermelho foram distribuídas em gerbox contendo papel filtro como substrato, umedecido com 7 mL do extrato aquoso das folhas frescas, nas seguintes concen trações: (0; 12,5; 25; 50; 75 e 100%). Para todas as análises e experimentos foram utilizados três repetições. Os gerbox foram distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado, mantidos em câmara de germinação com temperatura de 20 °C para alface e 28°C para eucalipto e fotoperíodo de 12 horas. Durante o segundo e quinto dia foram realizadas contagens das sementes germinadas de alface. O período de avaliação do experimento foi de cinco dias para alface e 12 dias para eucalipto. Ao final, foram determinadas as porcentagens de germinação, comprimento da raiz e de parte aérea das plântulas. Os resultados demonstraram interferência negativa na germinação e crescimento de alface e eucalipto em função do aumento da concentração do extrato. Entre os aleloquímicos predominantes estão os compostos fenólicos e derivados, com destaque aos flavonoides, terpenos e heterosídeos cardioativos o que pode estar relacionados ao efeito alelopático negativo da aroeira. O uso da aroeira associado ao eucalipto deve ser feito com um manejo adequado.

 

Palavras-chave: Alface. Aleloquímicos. Anacardiaceae. Eucalipto. Efeito Alelopático.

 

Abstract

Allelopathic compounds can affect growth and inhibit species germination. The objective of this work was to analyze the phytochemistry and the allelopathic effect of  extract of  Schinus terebinthifolius Raddi leaves on the  Lactuca sativa L. seedlings germination and growth and later apply the methodology in red eucalyptus (Eucalyptus camaldulensis). The chemical compounds were determined in the leaves alcoholic extract, compared and contrasted observing the color change. The lettuce and red eucalyptus seeds were distributed in a gearbox containing filter paper as a substrate, moistened with 7 mL of the fresh leaves aqueous extract in the following concentrations: (0; 12.5; 25; 50; 75 and 100%). For all analyzes and experiments, three repetitions were used. The gearbox was distributed in a completely randomized design, maintained in a germination chamber with a temperature of 20 °C for lettuce and 28 °C for eucalyptus and a photoperiod of 12 hours. Germinated lettuce seeds were counted during the second and fifth days. The experiment evaluation period was five days for lettuce and 12 days for eucalyptus. At the end, the germination percentages, root length and the seedlings aerial part were determined. The results showed negative interference in the germination and growth of lettuce and eucalyptus due to the extract increased concentration. The most frequent allelochemicals were flavonoids, terpenes, tannins, anthocyanins and heterosides, which are probably related to the negative allelopathic effect. The use of  aroeira associated with eucalyptus must be done with proper management.

 

Keywords: Lettuce, Allelochemicals Anacardiaceae. Eucalyptus. Allelopathic Effect.

Publicado
2021-03-29
Seção
Artigos