Análise Qualitativa da Presença de Salmonella spp. em Polpas de Frutas Congeladas Comercializadas em Varejo da Cidade de Primavera do Leste, MT

  • Phelipe Magalhães Duarte Universidade de Cuiabá. MT, Brasil.
  • Vivian Tallita Pinheiro de Santana Universidade de Cuiabá. MT, Brasil.
  • Uvleique Alves Fernandes Universidade de Cuiabá. MT, Brasil.
  • Júlio Cesar Ferreira Elias Universidade de Cuiabá. MT, Brasil.
  • Alysson Dias Dalmas Universidade Federal de Santa Catarina. SC, Brasil.
  • Letícia da Conceição Costa Universidade de Cuiabá. MT, Brasil.
  • Aline Doleys Fruet Universidade de Cuiabá. MT, Brasil.
  • Kelly Thamires Carvalho Silva Universidade de Cuiabá. MT, Brasil.

Resumo

A transformação de frutas em polpas é uma alternativa para reduzir as perdas, manter a oferta e a qualidade do produto. No Brasil, a Instrução Normativa nº 01, de 07 de janeiro de 2000, regulamenta os padrões de identidade e qualidade para polpas de frutas, como os limites microbiológicos, entre os micro-organismos de interesse, a presença de Salmonella spp. A ocorrência desse micro-organismo se destaca por caracterizar falhas durante manipulação da matéria-prima e ou no processo produtivo. Diante disso, o presente trabalho objetivou realizar análise qualitativa quanto à presença de Salmonella spp. em amostras de polpas de frutas congeladas vendidas em varejo na cidade de Primavera do Leste - MT. Para as análises do presente estudo foram adquiridas 51 amostras de polpas industrializadas, de três diferentes marcas, essas denominadas A (n=13), B(n=15) e C(n=23). Foram analisadas amostras de cinco sabores diferentes, sendo esses: morango, acerola, abacaxi, uva e laranja. Após aquisição e armazenamento, as amostras foram remetidas a um laboratório de análises clínicas e microbiologia terceirizado, em que as amostras previamente diluídas foram semeadas em meio de crescimento e, posteriormente, em placas com ágar Salmonella-Shigella. Além disso, foram realizadas análises bioquímicas e incubação em painel de crescimento biológico para complementar os resultados. As análises microbiológicas não apresentaram crescimento bacteriano para nenhuma das 51(100%) amostras de polpas de fruta congelada avaliadas, assim como não houve indicativo de presença da bactéria pelos testes bioquímicos e pelo painel, o que condiz com a regulamentação referente ao não registro de Salmonella spp. Tal resultado constitui um indicativo de que a aplicação das recomendações de manipulação e dos padrões de qualidade para o preparo das polpas das marcas analisadas estão sendo realizados adequadamente para o controle da ocorrência de Salmonella spp.

 

Palavras-chave: Micro-organismos. Manipulação. Alimentos.

 

Abstract

The fruits transformation into pulp is an alternative to reduce losses, maintain the product supply and quality. In Brazil, Normative Instruction No. 01 of January 7th, 2000, regulates the identity and quality standards for fruit pulps, such as the microbiological limits, among the microorganisms of interest, the presence of Salmonella spp. The occurrence of this microorganism stands out for characterizing failures during the raw material manipulation and or in the production process. Therefore, the present work aimed to perform qualitative analysis regarding the presence of Salmonella spp. in samples of frozen fruit pulps marketed in the retail of the city of Primavera do Leste, MT. For the analysis of the present study, 51 samples of industrialized pulps were purchased from three different brands, those named A (n = 13), B (n = 15) and C (n = 23). Samples of five different flavors were analyzed, namely: strawberry, acerola, pineapple, grape and orange. After acquisition and storage, the samples were sent to a third-party laboratory for clinical analysis and microbiology, where the previously diluted samples were sown in growth medium and later on plates with Salmonella-Shigella agar. In addition, biochemical analyzes and incubation in biological growth panels were  carried out to complement the results. Microbiological analyzes did not show bacterial growth for any of the 51 (100%) frozen fruit pulp samples evaluated, as well as there was no indication of the  bacterium presence by biochemical tests and the panel, which is consistent with the regulations regarding the non-registration of Salmonella spp. This result is an indication that the application of the handling recommendations and quality standards for the pulps preparation of the analyzed brands is being carried out properly to control the occurrence of Salmonella spp.

 

Keyword: Microrganisms. Manipulaton. Foods.

Publicado
2021-03-29
Seção
Artigos