Caracterização dos Estratos Verticais de Pastagens Urochloa brizantha cv. Marandu Manejadas em Diferentes Alturas

  • Rafaela Machado dos Santos Unopar, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Saúde e Produção Animal. PR, Brasil.
  • José Victor Pronievks Barreto Unopar, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Saúde e Produção Animal. PR, Brasil.
  • Mateus Ludovico Zamboti Unopar, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Saúde e Produção Animal. PR, Brasil.
  • Camila Cano Serafim Unopar, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Saúde e Produção Animal. PR, Brasil.
  • Kivia Cardoso Oliveira Universidade de Cuiabá. MT, Brasil.
  • Marilice Zundt Universidade do Oeste Paulista. SP, Brasil.
  • Júlio César Damasceno Universidade Estadual de Maringá. PR, Brasil.
  • Cristiano Côrtes Agrinova, Canadá.
  • Marcelo Diniz dos Santos Universidade de Cuiabá, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Biociência Animal. MT, Brasil.
  • Simone Fernanda Nedel Pertile Universidade de Cuiabá, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Biociência Animal. MT, Brasil.
  • Fabíola Cristine de Almeida Rego Unopar, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Saúde e Produção Animal. PR, Brasil.

Resumo

A estrutura da pastagem é uma característica determinante tanto da dinâmica de crescimento da planta quanto do comportamento ingestivo dos animais. O objetivo do trabalho foi descrever a densidade da forragem e a proporção dos componentes morfológicos da planta, nos estratos verticais de pastagens de capim Marandu, submetido ao pastejo em diferentes alturas. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado e as análises de variância e de regressão. Durante o experimento, as alturas médias dos seis piquetes utilizados foram de 10, 17, 18, 29, 32 e 50 cm. O material coletado foi separado, em lâmina foliar, colmo verde e material morto, que foram analisados quanto ao teor de matéria seca, proteína bruta e fibra em detergente neutro. Os estratos verticais apresentaram diferentes composições em relação aos componentes morfológicos de acordo com a altura do pasto. Os estratos próximos ao solo apresentaram maior densidade de forragem com valores de 370 a 543 kg/ha.cm, maior proporção de colmos verdes (30 a 53%) e material morto (25 a 52%) e menor de lâminas foliares (10 a 35%). Independente da altura do pasto, os estratos superiores são mais sensíveis aos efeitos do animal e do ambiente, e apresentaram maiores teores de PB e FDN para lâminas foliares e colmos. Nos estratos acima de 15 cm, os valores de PB e FDN das lâminas foliares verdes variaram entre 10,3 e 13,6% e 49,3 e 54,2%, respectivamente. O manejo em diferentes alturas altera as características dos estratos verticais do pasto, principalmente, nos estratos acima de 15 cm.

 

Palavras-chave: Altura do Pasto. Densidade Forrageira. Colmos Verdes. Material Morto. Lâmina Foliar.

 

Abstract

The pasture structure is a determining characteristic of both the plant growth dynamics and the animals ingestive behavior. The objective of the work was to describe the density and the proportion of the plant’morphological components, in the pastures vertical strata of Marandu grass, subjected to grazing at different heights. The design used was completely randomized and the analysis of variance and regression.  During the experiment, the average heights of  six paddocks used were 10, 17, 18, 29, 32 and 50 cm. The collected material was separated into leaf blade, green stem and dead material, which were analyzed as to the dry matter content, crude protein and fiber in neutral detergent. The vertical strata presented different compositions in relation to the morphological components according to the height of the pasture.  The near-soil strata showed higher forage density with values from 370 to 543 kg/ha.cm, higher proportion of green stems (30 to 53%) and dead material (25 to 52%) and smaller number of leaf blades (10 to 35%). Regardless of the height of the pasture, the upper strata are more sensitive to the animal and the environment effects, and presented higher levels of CP and NDF for leaf blades and stems.  In the strata above 15 cm, the values of PB and NDF of the green leaf blades varied between 10.3 and 13.6% and 49.3 and 54.2%, respectively. The management of different heights change the characteristics of the pasturevertical strata, mainly in the strata above 15 cm.

 

Keywords: Height of the Pasture. Forage Density. Green Stems. Dead Material. Leaf Laminas.

 

Publicado
2021-03-29
Seção
Artigos