Intercorrências Clínicas em Hemodiálise Ambulatorial: Intervenções do Enfermeiro

  • Vânia Aparecida dos Santos Universidad Brasil, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Docência em Saúde SP, Brasil.
  • Haroldo Ferreira Araújo Universidade Anhanguera Unian, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Biotecnologia e Inovação e Saúde, SP, Brasil.
  • Marcio Luiz dos Santos Universidade Anhanguera Unian, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Biotecnologia e Inovação e Saúde, SP, Brasil.

Resumo

Os rins têm função vital, pois são responsáveis pela eliminação de toxinas, regulação do volume de líquidos e pela filtragem do sangue (filtram, por minuto, em média 20% do volume sanguíneo bombeado pelo coração). Dessa forma, a função renal é avaliada com base na filtração glomerular (FG) e sua redução é observada na doença renal crônica (DRC), quando ocorre a perda das funções reguladora, excretora e endócrina dos rins. Desequilíbrios esses que podem ser de consequência vascular, por comorbidade secundária, por doença renal secundária a drogas ou agentes tóxicos, infecções urinárias de repetição, doença de próstata, doenças policísticas renal, entre outras. Nas terapias renais substitutivas, a diálise é empregada para remover líquidos e produtos residuais urêmicos do organismo, quando o corpo não consegue mais fazê-lo. Tendo em vista que o procedimento hemodialítico tem complicações potenciais, considera-se vital  que o enfermeiro deva estar apto para intervir em tais intercorrências, portanto, ficando evidente a importância deste estudo. Objetiva-se, portanto, descrever as intervenções do enfermeiro em intercorrências clínicas durante a hemodiálise ambulatorial, bem como descrever as principais intercorrências durante as sessões de hemodiálise ambulatorial e se há protocolos específicos de intervenções do enfermeiro em intercorrências com o paciente dialítico. Trata-se de uma pesquisa de revisão integrativa da literatura, pois esta metodologia de revisão tem por propósito realizar uma dada síntese rigorosa de todas as pesquisas encontradas relacionadas a uma questão específica.

 

Palavras-chave: Enfermagem. Hemodiálise. Intercorrências

 

Abstract

The kidneys have a vital function, as they are responsible for eliminating toxins, regulating the volume of fluids and filtering the blood (they filter, on average, 20% of the blood volume pumped by the heart per minute). Thus, renal function is assessed based on glomerular filtration (FG) and its reduction is seen in chronic kidney disease (CKD), when the loss of the kidneys regulatory, excretory and endocrine functions occurs. These imbalances can be of vascular consequence, secondary comorbidity, kidney disease secondary to drugs or toxic agents, recurrent urinary infections, prostate disease, polycystic kidney diseases, among others. In renal replacement therapies, dialysis is used to remove uremic fluids and waste products from the body when the body is unable to do so. Bearing in mind that the hemodialysis procedure has potential complications, it is considered nodal that the nurse must be able to intervene in such complications, therefore, the importance of this study is evident. Therefore, the objective is to describe the nurse's interventions in clinical complications during the outpatient hemodialysis, as well as to describe the main complications during the outpatient hemodialysis sessions and if there are specific protocols for the nurse interventions in complications with dialysis patients. It is an integrative literature review research, since this review methodology aims to perform a given rigorous synthesis of all the studies found related to a specific issue.

 

Keywords: Nursing. Hemodialysis. Complications

Publicado
2021-02-18
Seção
Artigos