A Teoria das Representações Sociais e sua Inter-Relação Entre Sujeito e Objeto

  • Márcia Kaster Portelinha Universidade Federal de Pelotas, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Enfermagem. RS, Brasil.
  • Camila Almeida Universidade Federal de Pelotas. RS, Brasil.
  • Caroline Vasconcellos Lopes Universidade Federal de Pelotas. RS, Brasil.
  • Natalia Rosiely Costa Vargas Universidade Federal de Pelotas, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Enfermagem. RS, Brasil.

Resumo

Conhecer o que vem sendo descrito sobre a Teoria das Representações Sociais e sua inter-relação entre sujeito e objeto foi objetivo desta pesquisa de Revisão Integrativa.  As buscas foram realizadas no mês de julho de 2019. O operador booleano and foi utilizado entre os termos saúde, sustentabilidade e teoria das Representações Sociais, Nos Idiomas Português E Inglês, Sendo Consultadas As Bases Lilacs, Medline/PubMed e PAHO e Google acadêmico. Os filtros foram: ser publicado nos últimos cinco anos, ter como frase exata/citação “Serge Moscovici” e ser artigo científico original. A análise dos dados decorreu do método Análise de conteúdo, resultando em três categorias: “Teoria das Representações Sociais”, que trouxe possibilidades de interpretar conhecimentos, relacionamentos e experiências atreladas ao individual e ao coletivo. A segunda categoria “Teoria das Representações Sociais e os universos: Consensual e Reificado” retrata os entrelaces e afastamentos do olhar empírico e do científico. A última categoria “Teoria das Representações Sociais e os processos: Ancoragem e Objetivação” demonstra como são organizados os pensamentos que vão formar as representações sociais, sendo considerados mecanismos que alicerçam a Teoria. Conclui-se que a Teoria das Representações Sociais não apresenta limites de utilização por temática, ela é abrangente e pode revelar grandes achados e mostrar formas de interpretar coisas iguais com olhares e descrições diferentes. No campo da saúde e da sustentabilidade esta teoria é uma ferramenta para interpretar concepções, atitudes e comportamentos de indivíduos e de grupos.

 

Palavras-chave: Saúde. Sustentabilidade. Teoria das Representações Sociais.

 

 

Abstract

The aim of this research of Integrated Review was to know what has been described about the Theories of Social Representations and its inter-relation between subject and object. The researches were conducted during July 2019. The Boolean operator and was used among the terms health, sustainability and theory of social representations, in the English and Portuguese languages, being consulted in the Lilacs, Medline/PubMed and PAHO and Academic Google databases. The filters were: had been published in the last five years, having as exact/citation sentence “Serge Moscovici” and being an original scientific paper. The analysis of data was originated from the method Analysis of content, resulting in three categories: “The Theories of Social representation” which brought possibilities of interpreting knowledge, relationships and experiences related to the individual and the collectivity. The second category: “Theory of Social Representations and the universes: Consensual and Reified” which describes the interlaces and distances of empiric and scientific view. The last category: “Theory of Social Representations and the processes: Anchorage and Objectivation” which demonstrates how thoughts are organized which are responsible for making the social representations, being considered the base mechanisms of the Theory. It is concluded that the Theory of Social Representations do not present limits of utilization by themes, it is vast and can reveal big results and show ways of interpreting equal things with views and different descriptions. In the field of health and sustainability, this theory is a tool to interpret conceptions, attitudes and behaviors of individuals and groups.

 

Keywords: Health. Sustainability. The Social Representation’s Theory.

Publicado
2021-02-19
Seção
Artigos