KLS2.0 Como Ferramenta Disruptiva do Ensino Híbrido

Adriano Afonso de Almeida Carvalho, Edenar Souza Monteiro

Resumo


Este texto tem como proposta abrir espaço de discussão sobre o fazer docente ancorado nas contribuições do KLS 2.0 como metodologia ativa, potencializadora de inovação disruptiva na área do Ensino Superior. O método utilizado para este estudo foi o Estudo de Caso, tendo como mecanismo de produção de dados a análise das falas dos sujeitos colhidas através de entrevistas semiestruturadas, ancoradas em um roteiro com questões abertas. A pesquisa contou com a participação de nove (9) docentes do campus Unic Beira Rio I em Cuiabá-MT e as entrevistas aconteceram in loco no período de Setembro a Novembro de 2017. Os docentes pesquisados foram de ambos os sexos, oriundos de cursos variados, sendo que para participar da pesquisa, deveriam estar lecionando ou já terem lecionado em disciplinas AMI (Aula Modelo Institucional). As entrevistas aconteceram em hora e local predeterminado de acordo com a disponibilidade dos sujeitos, sendo gravadas em gravador digital e transcritas, posteriormente, para análise. As identidades dos professores foram mantidas em sigilo e cada um recebeu um codinome: o Professor 1 foi P1, o Professor 2 foi P2 até o Professor 9, P9. Como resultados, a pesquisa apontou que o KLS 2.0 surge para desconstruir a lógica tradicional da sala de aula, buscando uma quebra de paradigmas através de uma reestruturação do processo de ensino-aprendizagem.

Palavras-chave: Fazer Docente. Metodologia Ativa. Contribuições do KLS 2.0.

Abstract

The purpose of this text is to open a space for discussion about the making of teaching anchored in the contributions of KLS 2.0 as an active methodology, potentiating disruptive innovation in the higher education area. The method used for this study was the Case Study, having as a data production mechanism the subjects’ speeches analysis collected through semi-structured interviews, anchored in a script with open questions. The research was attended by nine (9) Professors from the Unic Beira Rio campus in Cuiabá-MT and took place on the spot from September to November 2017. The Professors  were of both sexes, coming from varied courses, to participate in the research, should be teaching or have already taught in AMI (Institutional Model Class) disciplines. The interviews took place at a predetermined time and place according to the subjects' availability, being recorded in digital recorder and transcribed later for analysis. The Professors’ identities were kept confidential and each was codenamed: Teacher 1 was P1, Teacher 2 was P2 to Professor 9 which was P9. As results the research pointed out that KLS 2.0 arises to deconstruct the traditional logic of the classroom, seeking a paradigm break through a restructuring of the teaching-learning process.

Keywords: Teaching. Active Methodology. KLS 2.0 Contributions.

Palavras-chave


Fazer docente; Metodologia Ativa; Contribuições do KLS 2.0.

Texto completo:

PDF

Referências


ANGROSINO, M. Etnografia e observação participante. Porto Alegre: Artmed, 2009.

BACICH, L.; TANZI NETO, A.; TREVISANI, F.M. Ensino híbrido: personalização e tecnologia na educação. Porto Alegre: Penso, 2015.

BACICH, L.; MORAN, J.M. Metodologias ativas para uma educação inovadora: uma abordagem teórico-prática. Porto Alegre: Penso, 2018.

GABRIEL, M. EDUC@AR – a (r)evolução digital na educação. São Paulo: Saraiva, 2013.

GADOTTI, M. História das ideias pedagógicas. São Paulo: Ática, 1999.

HORN, M.B., STAKER, H. Blended: usando a inovação disruptiva para aprimorar a educação. Porto Alegre: Penso, 2015.

JARAUTA, B.; IMBERNON, F. Pensando no futuro da educação: uma nova escola para o século XXII. Porto Alegre: Penso, 2015.

MARTINS, G.A. Estudo de caso: uma estratégia de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2008.

MORAN, J.M.; MASETTO, M.T.; BEHRENS, M.A. Novas tecnologias e mediação pedagógica. Campinas: Papirus, 2012.

PERRENOUD, P.; THURLER, M.G. As competências para ensinar no Século XXI. Porto Alegre: ArtMed, 2002.




DOI: http://dx.doi.org/10.17921/2447-8733.2018v19n2p177-180

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista de Ensino, Educação e Ciências Humanas

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.