Avaliação emancipadora: um caminho norteador para o Letramento

  • Celita Donat Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino (PPGEn), do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT) e Universidade de Cuiabá (UNIC).
  • Claudia Lucia Landgraf Valério IFMT - Campus Cuiabá/Octayde Jorge da Silva, Cuiabá/MT. PPGen IFMT- UNIC
Palavras-chave: Letramento, Avaliação escolar, Prática pedagógica..

Resumo

Este trabalho apresenta uma reflexão sobre o processo de letramento, tendo como eixo de discussão a avaliação escolar. O debate acerca do letramento é bastante frequente na área educacional e tem sido considerado importante na prática pedagógica com vistas a oportunizar uma aprendizagem significativa, respeitando a realidade dos estudantes. O letramento, na escola, também busca viabilizar a interação dos educandos com a sociedade em que vivem. O objetivo é verificar como a prática avaliativa pode contribuir para a viabilização do processo de letramento dos alunos. Para tanto busca-se o apoio para discutir a alfabetização e letramento nas concepções de Magda Soares (2003, 2004, 2006), Paulo Freire (1992, 2001) e Angela Kleiman (1995 e 2005). Para ponderar sobre avaliação buscamos fundamentar em Luckesi (2005) e Hoffmann (1993). Para relacionar os estudos realizados com a prática avaliativa da aprendizagem, conversamos com seis professoras do 2º Ano do Ensino Fundamental, da EMEF Germano Lazaretti, de Campos de Júlio/MT. Os resultados alcançados apontam na direção de que a avaliação é um componente crucial para a efetivação do letramento. Nesta ótica, os professores que pretendem exercer uma prática pedagógica voltada ao letramento de seus alunos, devem refletir sobre sua prática avaliativa.  

Referências

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular: Educação Infantil e Ensino Fundamental. Brasília: MEC/Secretaria de Educação Básica, 2017.

_______. Lei nº 11.114, de 16 de maio de 2005. Altera os artigos 6, 30, 32 e 87 da Lei nº 9.394, de 20 de Dezembro de 1996, com o objetivo de tornar obrigatório o início do ensino fundamental aos 6 (seis) anos de idade. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 17 maio 2005a. Disponível em <http://www.planalto.gov. br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2005/Lei/L11114.htm>. Acesso em 12 de novembro de 2018.

________ ______. Lei nº 11.274, 6 de fevereiro de 2006. Altera a redação dos arts. 29, 30, 32 e 87 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, dispondo sobre a duração de 9 (nove) anos para o ensino fundamental, com matrícula obrigatória a partir dos 6 (seis) anos de idade. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 7 fev. 2006ª Disponível em <http://www.planalto.gov.br/

ccivil_03/_Ato2004-2006/2006/Lei/L11274.htm>. Acesso em 12 de novembro de 2018.

DEMO, Pedro. Metodologia do Conhecimento Científico. São Paulo: Atlas, 2000

FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler. São Paulo: Cortez, 1992.

____________. Pedagogia do Oprimido. Paz e terra, 17.ed. Rio de Janeiro, 1987.

GADOTTI, Moacir. A Boniteza de um sonho: Ensinar-e-aprender com sentido. Curitiba: Positivo, 2005.

HOFFMANN, Jussara M.L. Avaliação: mito e desafio - uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Educação & Realidade, 1991.

____________. Avaliação Mediadora: Uma prática em construção da pré-escola à universidade. Porto Alegre: Educação & Realidade, 1993.

KLEIMAN, Ângela (org.). Os Significados do Letramento: Uma nova perspectiva sobre a prática social da escrita. Campinas: Mercado de Letras,1995.

______; in: KLEIMAN, Ângela; MATÊNCIO, Maria de Lourdes M. (Orgs.). Letramento e formação do professor. Campinas: Mercado de Letras, 2005.

LUCKESI, Cipriano Carlos. Avaliação da aprendizagem escolar: estudos e proposições. São Paulo: Cortez, 1999.

____________. Avaliação da Aprendizagem Escolar: Estudos e proposições. 17. ed. São Paulo: Cortez, 2005.

SOARES, Magda. Letramento: um tema em três gêneros. 2.ed.,. 6 reimpr. Belo Horizonte: Autêntica, 2003a.

____________. Letramento e alfabetização: as muitas facetas. 7 out. 2003. 26ª Reunião Anual da ANPED – GT Alfabetização, Leitura e Escrita. Poços de Caldas, 7 de outubro de 2003b. disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n25/n25a01.pdf>

____________. Alfabetização e Letramento. 4. ed. São Paulo: Contexto, 2006.

____________. A reinvenção da alfabetização. julho/agosto,2003. Disponível em http://www.meb.org.br/biblioteca/artigomagdasoares> Acesso em: 07 de set. 2003.

____________. Alfabetização, leitura e escrita. 2004. Disponível em <http://www.tvebrasil.com.br/salto/boletins2004/ale/meio.htm>. Acesso em 07 de setembro de 2006.

TFOUNI, Leda Verdiani. Letramento e Alfabetização. 5. ed. – São Paulo, Cortez, 2002. – (Coleção Questões da Nossa Época; v. 47)

Publicado
2019-12-20
Seção
Artigos