Leitura Deleite: o que Pensam os Professores do Ciclo Básico de Alfabetização

  • Marinete Campos Barros Instituto Federal de Mato Grosso, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino. MT, Brasil.
  • Erotildes Pereira Leite Instituto Federal de Mato Grosso, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino. MT, Brasil.
  • Epaminondas Matos Magalhães Instituto Federal de Mato Grosso, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino; Universidade do Estado de Mato Grosso, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Estudos Literários. MT, Brasil.

Resumo

Esta pesquisa apresenta uma reflexão sobre a Leitura Deleite, atividade amplamente divulgada no Pacto Nacional Pela Alfabetização na Idade Certa - PNAIC. O interesse por esta temática surgiu durante a pesquisa de mestrado, em que foi observada na sala de aula a prática de Leitura Deleite. Esta entendida como uma estratégia que possibilita o despertar do prazer e reflexão sobre o que é lido, sem se preocupar com a questão formal da leitura e escrita. Nesse enfoque se buscou investigar se as docentes sabem o que é a Leitura Deleite e como a desenvolvem em sala de aula. Para tanto, foi realizada uma pesquisa de natureza qualitativa, que se desenvolveu em duas escolas públicas da rede municipal de Várzea Grande-MT. As docentes participantes responderam a um questionário, contendo cinco questões, além disso, foi realizada  a observação em sala de aula. Os resultados apresentaram que as professoras conhecem substancialmente o processo de trabalhar com a Leitura Deleite, em virtude da formação do PNAIC, no entanto, a prática ainda está muito atrelada em elaborar e responder perguntas feitas pelas professoras. Acredita-se que as docentes precisam refletir mais sobre a sua própria concepção de leitura e de leitor, para possibilitar o intercâmbio com os alunos nesse processo de “conversar” com o texto, que não é ler só por ler, é ler por prazer, buscando sentido.

 

Palavras-chave: Leitura. Ensino. Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa- PNAIC.

 

Abstrac

This research presents a reflection on Delightful Reading, an activity widely disseminated in the National Pact for Literacy at the Right Age - PNAIC. The interest for this theme arose during the master's research in which the practice of Deleite Reading was observed in the classroom. This is understood as a strategy that enables the awakening of pleasure and reflection on what is read without worrying about the formal issue of reading and writing. In this approach, it was sought to investigate whether teachers know what Deleite Reading is and how it is developed in the classroom. To this end, a qualitative research was carried out in two public schools in the municipal network of Várzea Grande-MT. The participating teachers answered a questionnaire containing five questions, in addition, classroom observation was carried out. The results showed that the teachers know substantially the process of working with the Deleite Reading, due to the  PNAIC formation, however, the practice is still very tied in elaborating and answering questions asked by the teachers. It is believed that teachers need to reflect more on their own conception of reading and of the reader, in order to enable exchange with students in this process of "talking" with the text which is not just reading, but reading for pleasure, seeking meaning.

 

Keywords: Reading. Teaching. National Pact for Literacy at the Right Age - PNAIC.

 

Biografia do Autor

Marinete Campos Barros, Instituto Federal de Mato Grosso, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino. MT, Brasil.

Formada em Pedagogia pela Faculdade Cuiabana de Educação e Letras - FACEL, Especialista em Formação de Professores pela Universidade Católica Dom Bosco – UCDB, e Especialista em Gestão Escolar pela Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT, atualmente mestranda em Ensino pelo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - IFMT/ UNIC. Professora efetiva da rede Estadual de Educação - SEDUC e da rede Municipal de Várzea Grande- SMECEL. 

Erotildes Pereira Leite, Instituto Federal de Mato Grosso, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino. MT, Brasil.

Mestranda do curso de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino (PPGEn) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso, IFMT, Associação ampla com a UNIC. Graduada em Pedagogia (UNIVAG) e Matemática (UFMT). Professora concursada da Secretaria de Educação do Estado de Mato Grosso, SEDUC-MT, e pela Secretaria Municipal de Educação de Cuiabá, SME. Membro do Grupo de Pesquisa em Ensino de Línguas e Literatura, GPELL do PPGEn - IFMT e participante do grupo Comunidade de Leitores da UFMT.

Epaminondas Matos Magalhães, Instituto Federal de Mato Grosso, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino; Universidade do Estado de Mato Grosso, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Estudos Literários. MT, Brasil.

Possui Doutorado em Letras- Teoria da Literatura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2014), Mestrado em Estudos de Linguagem, área de concentração Estudos Literários, pela Universidade Federal de Mato Grosso (2010) e graduação em Letras- Língua Portuguesa, Inglesa e respectivas Literaturas pela Universidade do Estado de Mato Grosso (2006). Realizou estágio de Pós-Doutorado na Universidade Estadual de Maringá (2015-2017), pesquisando a produção infantil em Mato Grosso. Atualmente é professor efetivo do Instituto Federal de Mato Grosso- Campus Pontes e Lacerda, atua como professor do Programa de Pós-Graduação - Mestrado em Ensino (IFMT/UNIC) e do Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários (PPGEL- UNEMAT/Tangará da Serra). Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura moderna, poesia moderna em mato grosso, literatura regional e literatura infanto-juvenil.

Referências

AGUIAR, Vera Teixeira. O leitor Competente à Luz da Teoria Literária. Revista Tempo Brasileiro, Rio de Janeiro, N.34,jan/mar., 1996.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Ed. 70, 1977.

BOGDAN, R. C.; BIKLEN, S. K. Investigação Qualitativa em Educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Porto: Porto Editora, 1994.

BRASIL. Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. Interdisciplinaridade no ciclo de alfabetização. Caderno de Apresentação / Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, Diretoria de Apoio à Gestão Educacional. – Brasília: MEC, SEB, 2015.

BRANDÃO, Ana Carolina P.; O ensino da compreensão e a formação do leitor: explorando as estratégias de leitura. In: SOUZA, Ivane P.; BARBOSA, Maria Lúcia, F. (Orgs.). Práticas de leitura no ensino fundamental. Belo Horizonte: Autêntica, 2006.

BRANDÃO, Ana Carolina Perussi. LEAL, Telma Ferraz. NASCIMENTO, BárbharaElyzabeth. Conversando sobre textos naalfabetização: O Papel da Mediação Docente - Literatura ensino fundamental / Coordenação, Aparecida Paiva, Francisca Maciel, RildoCosson . – BrasíliaMinistério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2010. 204 p. : il. (Coleção Explorando o Ensino ; v. 20).

BRANDÃO, Ana Carolina Perussi. ROSA, Ester Calland de Sousa. In BRASIL.Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica. A leitura de textos literários na sala de aula: é conversando que a gente se entende.Coleção Explorando o Ensino. 2005.

COSSON, Rildo: Círculos de Leitura e Letramento Literário 1ed São Paulo: Ed Contexto, 2018

COENGA, Rosemar.Leitura e Letramento Literário. Diálogos Cuiabá,2010.

GIL, Antonio Carlos: Métodos e técnicas de pesquisa social / Antonio Carlos Gil. - 6. ed. - São Paulo : Atlas, 2008

GUEDES-PINTO, Ana Lúcia. Lendo muito e sempre: o papel da leitura de literatura na alfabetização no contexto do PNAIC. In: SILVEIRA, Everaldo et al (orgs) Alfabetização na perspectiva do letramento: letras e números nas práticas sociais. Florianópolis: UFSC/CED/NUP, 2016

KLEIMAN, Ângela. Oficina de leitura: teoria & prática. São Paulo: Pontes/Unicamp, 1993

LAJOLO, Marisa. Do mundo da leitura para a leitura do mundo.São Paulo: Ática, 1993.

LEAL, T. F.; PESSOA, A. C. R. G. Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa: formação do professor alfabetizador. In: BRASIL. Secretaria de Educação Básica. Diretoria de Apoio à Gestão Educacional. Formação de Professores no Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. Brasília: MEC, SEB, 2012.

LERNER, Delia. Ler e escrever na escola: o real, o possível e o necessário. Porto Alegre: Artmed, 2002.

MINAYO, Maria Cecília de Souza (org.). Pesquisa Social. Teoria, método e criatividade. 18ed. Petrópolis: Vozes, 2001

SILVA, Ezequiel Teodoro da. Criticidade e Leitura: ensaios, Campinas: Mercado de Letras, 1998.

SOUZA, Renata Junqueira de. SILVA, Kenia Adriana Modesto. ARIOSTI, Cinthia Magda Fernandes. ARIOSI.A Leitura e A Função da Literatura no PNAIC: para Além do deleite- Educação em Revista, Marília, v.17, p. 63-80, 2016, Edição Especial VIDAL, Diana Gonçalves. Bragança Paulista: Editora da Universidade de São Francisco, 2001.

SOLÉ, Isabel. Estratégias de leitura. 6. ed. Porto Alegre: Artmed, 1998.

YUNES, E. Pelo avesso: a leitura e o leitor. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ) e PROLER: Programa Nacional de Incentivo à Leitura. Letras, Curitiba, n.44, p. 141-150. 1995. Editora da UFPR

Publicado
2020-06-17
Seção
Artigos