Percepções de Estudantes dos Anos Finais do Ensino Fundamental Sobre Sexualidade/Educação Sexual em uma Escola do RS

Palavras-chave: Sexualidade, Educação, Alunos.

Resumo

A educação sexual ainda é um assunto tratado com certo receio pela família e escola, embora sendo muito importante o conhecimento por parte dos jovens, pois é na fase da adolescência onde, geralmente, o indivíduo inicia sua sexualidade e/ou vida sexual.  O objetivo do estudo foi verificar o conhecimento sobre o tema sexualidade de adolescentes dos anos finais do ensino fundamental.  Trata-se de um estudo quantitativo de caráter descritivo, desenvolvido em uma escola pública municipal de Alegrete- RS. Participaram da pesquisa 72 alunos matriculados nos anos finais de ensino desta escola.  Após a aplicação de um questionário com questões fechadas para levantamento de um diagnóstico inicial. Após a aplicação do instrumento, foram desenvolvidos ciclos de palestras sobre educação sexual e ao final realizado um ranqueamento, elencando qual destas foi mais importante e/ou interessante para cada aluno participante. A partir deste processo, desenvolver instrumentos para trabalhar com o tema em sala de aula, planejando atividades diferenciadas para apresentação, conhecimento e estudo do tema. ao finalizar o trabalho fica a certeza da colaboração para o desenvolvimento do aluno como indivíduo como um todo, visando uma maturidade informativa para enfrentar e experimentar as práticas sexuais de uma maneira saudável, consciente e responsável.

 

Palavras-chave: Sexualidade. Educação. Alunos.

                         

Abstract

Sex education is still a subject treated with some fear by family and school, although knowledge is very important for young people, because it is in the adolescence phase where usually the individual begins his sexuality and / or sex life. The aim of the study was to verify the knowledge about the sexuality theme of adolescents from the final years of elementary school. This is a quantitative descriptive study, developed in a municipal public school in Alegrete-RS. 72 students enrolled in the final years of teaching at this school participated in the research. After applying a questionnaire with closed questions to survey an initial diagnosis. After the application of the instrument, cycles of lectures on sex education were developed and, at the end, a ranking was made, listing which one was more important and / or interesting for each participating student. From this process, develop tools to work with the theme in the classroom, planning differentiated activities for presentation, knowledge and study of the theme. At the end of the work, we are sure of the collaboration for the development of the student as an individual as a whole, aiming at an informative maturity to face and experience sexual practices in a healthy, conscious and responsible way.

 

Keywords: Sexuality. Education. Students.

Biografia do Autor

Caroline Pugliero Coelho, Universidade Federal do Pampa, Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida. RS, Brasil.
Licenciada em ciências biológicas, especialista em gestão escolar e especialista em neuropsicopedagogia. Mestrada no PPG educação em ciências: Química da vida e saúde da Unipampa/Uruguaiana-RS. Vinculo profissional na Prefeitura Municipal de Alegrete como Coordenadora Pedagógica.
Renata Godinho Soares, Universidade Federal do Pampa, , Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida. RS, Brasil. RS, Brasil.
Licenciada em Educação Física, Especialista em Atividade Física e Saúde, Mestranda do PPG Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde (Unipampa/Uruguaiana-RS).

Referências

BRASIL, Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. Terceiro e quarto ciclos: apresentação dos temas transversais. Brasília: Ministério da Educação/Secretaria de Educação Fundamental, 1998.

BRASIL. Ministério da Saúde. Direitos sexuais, direitos reprodutivos e métodos anticoncepcionais. Brasília: Secretaria de Atenção à Saúde, 2006.

BRITZMAN, D. Curiosidade, sexualidade e currículo. In: LOURO, G.L. O corpo educado: pedagogias da sexualidade. Belo Horizonte: Autêntica, 2000. p.83-112.

DEGROOT.E, S. et al. Sexual experience and HIV-related knowledge among Belgian university students: a questionnaire study. BMC Res. Notes, v.7, n.299, 2014. doi: 10.1186/1756-0500-7-299.

FARIH, M. et al. Protocol study: sexual and reproductive health knowledge, information-seeking behaviour and attitudes among Saudi women: a questionnaire survey of university students. Reproductive Health, v.11, n.34, 2014. doi:10.1186/1742-4755-11-34.

FIGUEIREDO, R.M.; TAVARES, C.V.F.; SILVA, A.M. Discutindo a sexualidade em sala de aula: contribuições de uma vivência na pós-graduação à distância na construção de uma proposta reflexiva para alunos do ensino fundamental II pautada no ensino por investigação. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIAS E ENCONTRO DE PESQUISADORES EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. São Carlos-SP, 2018.

FISHER, J.; FISHER, W. Changing AIDS risk behavior. Psychol. Bull., v.111, p.455-474, 1992.

FURLANI, J. Educação sexual: possibilidades didáticas. In: LOURO, G.L.; FELIPE, J.F.; GOELLNER, S.V. Corpo, gênero e sexualidade: um debate contemporâneo na educação. Petrópolis: Vozes, 2013.

FURLANETTO, F. et al. Educação Sexual em escolas brasileiras: revisão sistemática da literatura. Cad. Pesq., v.48, n.168, p.550-571, 2018.

GAVA, T.; VILLELA, W.V. Educação em sexualidade: desafios políticos e práticos para a escola. Sexualidad, Salud Sociedad- Rev. Latinoam., n.24, p.157-171, 2016.

GESSER, M.; OLTRAMARI, L.C.; PANISSON, G. Docência e concepções de sexualidade na educação básica. Psicol. Soc., v.27, n.3, p.558-568, 2015.

GIL, A.C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2008.

JAQUES, A.E.; PHILBERT, L.A.S.; BUENO, S.M.V.. Significados sobre sexualidade humana junto aos professores do ensino fundamental. Arq. Ciênc. Saúde UNIPAR, v.16, n.1, p.45-50, 2012.

MADUREIRA, A.F.A.; BRANCO, Â.U. Gênero, sexualidade e diversidade na escola a partir da perspectiva de professores/as. Temas Psicol., v.23, n.3, p.577-591, 2015.

NARDI, H.C.; QUARTIERO, E. Educando para a diversidade: desafiando a moral sexual e construindo estratégias de combate à discriminação no cotidiano escolar. Sexualidad, Salud Soc. Rev. Latinoam., n.11, p.59-87, 2012.

OLIVEIRA, N.P.; BÉRIA, J.U.; SCHERMANN, L.B. Sexualidade na adolescência: um estudo com escolares da cidade de Manaus/AM. Aletheia, v.43, n.44, p.129-146, 2014.

REIS, M.; MATOS, M. Conhecimentos e atitudes face ao uso de métodos contraceptivos e à prevenção das ISTs em jovens. Rev. Lusófona Ciênc. Tecnol. Saúde, v.4, n.1, p.23-35, 2007.

ROCHA, M.C.; FARIA, D.G.; MYOTIN, E. Corpo jovem: o que a escola ensina? Rev. Ponto de Vista, v.4, p.49-63, 2007.

ROQUE, O. semiótica da cegonha: jovens, sexualidade e gravidez não desejada. Lisboa: Associação para o Planeamento da Família, 2001.

SOLARO, T.A. Sexualidade e gênero na sala de aula: abordagens didáticas e discussões. Porto Alegre: UFRGS, 2015.

SYNOVITZ, L. et al. Sexual knowledge of college students in a southern state: relationship to sexuality education results of Louisiana college student study shows need for sexuality programs. Am. J. Health Studies, v.17, p.163-172, 2002.

Publicado
2019-12-20
Seção
Artigos