Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP) no Ensino Fundamental: Uma Revisão Sistemática de Literatura

Resumo

Resumo
Este estudo foi desenvolvido com base em projeto aprovado no Programa de Iniciação Científica (PIBIC-Jr), da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia/Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico/Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso do Sul (Fundect/CNPq/SED-MS), 06/2019, intitulado “Aprendizagem Baseada em Problema e Alfabetização Científica: convergências criativas e colaborativas na investigação científica com crianças dos anos iniciais do Ensino Fundamental”, que se está desenvolvendo em uma escola pública municipal de Ensino Fundamental, em tempo integral, em Mato Grosso do Sul. Para o recorte deste estudo se objetiva analisar o panorama das pesquisas sobre a Aprendizagem Baseada em Problema (ABP), mais especificamente, no Ensino Fundamental, entre os anos de 2018 e 2020. No intuito de atingir tal objetivo se apropria da revisão sistemática de literatura, que é um processo de pesquisa baseada em evidências da produção científica, conduzida por meio de protocolos; nesse percurso, é imprescindível registrar todas as etapas de pesquisa. De modo geral, os resultados desse estudo inicial possibilitaram entender quais são as principais abordagens encontradas na literatura das pesquisas com ABP; o motivo e a finalidade de utilizar a ABP em determinado contexto; quais os resultados encontrados, a partir do seu emprego; quais as principais referências relacionadas à temática; quais as convergências e divergências entre essas abordagens; assim como o desenvolvimento e contexto de sua utilização no Ensino Fundamental.

Palavras-chave: Aprendizagem Baseada em Problemas. Ensino Fundamental. Educação Científica.

Abstract
This study was developed based on a project approved in the Scientific Initiation Program (PIBIC-Jr), of Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia/ Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico/Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso do Sul (Fundect/CNPq/SED-MS), 06/2019, entitled “Problem-Based Learning and Scientific Literacy: creative and collaborative convergences in scientific research with children in the early years of elementary school”, which is being developed in a full time public school of municipal education system, in Mato Grosso do Sul. For the purpose of this study, it was aimed to analyze the research panorama on Problem-Based Learning (PBL), more specifically, in Elementary School, between the years 2018 and 2020. In order to achieve this goal, the systematic literature review have been appropriated, which is a research process based on evidence of scientific production, conducted through protocols; along this path, it is essential to record all the research stages. In general, the results of this initial study made it possible to understand what the main approaches found in the literature on research with PBL are; the reason and purpose of using PBL in a given context; what results were found from their employment; which the main references related to the theme are; what the convergences and divergences between these approaches are; as well as the development and context of its use in Elementary School.

Keywords: Problem-Based Learning. Elementary School. Science Education.

Biografia do Autor

Katia Alexandra de Godoi e Silva, Uniderp

Doutorado em Educação e Currículo pela PUC-SP, mestrado em Design pela UFPR. Possui bacharelado em Design pela FAAP e licenciatura em Educação Artística pela UNESPAR. Estágio pós-doutoral em Educação pela UCDB, bolsista Capes/PNPD. Atualmente coordenadora de um projeto de iniciação científica júnior, com financiamento da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (FUNDECT). Docente no Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática da Universidade Anhanguera Uniderp. É coordenadora do curso de Pós-graduação em Design de Mobiliário e docente nos cursos de Arquitetura e Urbanismo e Design de Interiores do Centro Universitário Unigran Capital. Membro da Comissão Técnica de Acompanhamento da Avaliação (CTAA) do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), do MEC (Portaria n. 320, de 5 de março de 2020). Membro da Comissão Científica do Congresso Ibero-Americano em Investigação Qualitativa (CIAIQ) (desde 2013). Tem experiência na área de Educação (com ênfase em Tecnologias Educacionais (atuando principalmente nos seguintes temas: tecnologia integrada ao currículo, educação a distância e cultura digital) e experiência na área de Design (com ênfase em Design da Informação, Design de Mobiliário e Design de Interiores, atuando principalmente nos seguintes temas: tendências de cores; ergonomia do ambiente construído).

Anelisa Kisielewski Esteves, Uniderp

Doutora em Educação e Mestre em Educação Matemática pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Graduada em Pedagogia pela UNAES. Professora do Laboratório de Matemática da Escola Municipal "Professora Iracema Maria Vicente". Docente da Universidade Anhanguera-Uniderp. Desenvolve estudos e pesquisas sobre formação de professores, avaliação, ensino e aprendizagem, principalmente, na área de Educação Matemática, na Educação Infantil e anos iniciais do Ensino Fundamental.

Alisandra Cavalvante de Almeida, IFCE

Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - IFCE. Coordenadora do PIBID. Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal do Ceará (2001), mestrado em Tecnologia da Comunicação e Informação em EaD pela Universidade Federal do Ceará (2009) e doutorado em Educação (Currículo) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2014). Atua nas áreas da Educação com ênfase em Tecnologia Educacional, informática educativa, objetos de aprendizagem, tecnologia educacional, educação à distância, currículo e práticas inovadoras.

Flaviana dos Santos Silva, UESC

Doutora em Educação: Currículo - PUC/SP (2014) com período Sanduiche na Universidade do Minho, Portugal. Mestre em Educação (2007) e licenciada em Matemática (2002) pela FCT/UNESP. Atualmente é docente na Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC - Ilhéus/Bahia atuando como docente nos cursos de graduação e pós-graduação. É avaliadora do INEP para cursos de graduação. Foi coordenadora Institucional do Programa Institucional de Residencia Pedagógica de fevereiro de 2018 a março de 2019. Foi coordenadora da área de Matemática no PIBID entre os anos de 2016 a 2018, e coordenadora de projetos de pesquisa e de ensino na UESC. Entre os anos de 2008 a 2010 foi coordenadora adjunta UAB do NEAD-UESC; e entre 2014 a 2016 atuou como coordenadora de Tutoria no curso de Especialização em Gestão Pública Municipal a distância UAB-NEAD/UESC.Foi docente no Instituto de Ensino Superior de Presidente Prudente IESPP/UNIESP durante os anos de 2005 a 2007 e tutora no projeto de Inclusão Digital da Rede do Saber de São Paulo em parceria com a Casa Civil - SP, Instituto Tecnológico da USP - IPT - USP e Fundação Vanzoline de SP em turmas do curso de informática Básica no período de 2004 a 2006. Foi bolsista do Programa Internacional de Bolsas de Pós-graduação da Fundação Ford. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Tecnologia Educacional, principalmente nos seguintes temas: Comunidade de Pratica; Formação de Professores, Educação Matemática, Ensino a Distância, Internet, Informática na Educação, Inclusão Digital e Social e Educação Especial.

Publicado
2020-12-17
Seção
Artigos