Competências de Estudantes de Medicina no Contexto da Atenção Básica em Campo Grande - MS Sob o Ponto de Vista dos Professores

Resumo

Resumo
Este estudo surge como reflexão das principais tendências dentre as Diretrizes Curriculares dos Cursos de Graduação em Medicina que ressaltam a necessidade de um aprendizado multiprofissional e a aproximação das universidades com serviços de saúde, resultando na inserção dos alunos em estágios supervisionados dentro de Unidades Básicas de Saúde e Família. O presente trabalho teve como objetivo analisar o desempenho de acadêmicos de medicina, inseridos nas unidades básicas de saúde da família, a partir da apreciação dos professores. Realizou-se um estudo quali-quantitativo, de cunho exploratório. Os participantes foram os preceptores, que avaliaram o desempenho de dois grupos distintos de estudantes de medicina no contexto da Atenção Básica. A coleta de dados se deu pelo preenchimento de um questionário estruturado em 10 questões objetivas e os resultados foram apresentados por meio das médias obtidas nas questões que refletem o desempenho acadêmico percebido pelos preceptores. Estes resultados apontam para médias superiores nos domínios Atitudes e Habilidades para acadêmicos que tiveram sua inserção desde o primeiro semestre do curso no contexto da Atenção Básica, quando comparados com aqueles que iniciaram essas atividades apenas no sexto semestre. No entanto, estes apresentaram média superior no domínio cognitivo, quando comparados aos primeiros.

Palavras-chave: Educação Médica. Docentes de Medicina. Atenção Primária à Saúde.

Abstract
This project emerges as a reflection of the main trends among the curricular guidelines for undergraduate medical courses that emphasize the need for multiprofessional learning and the approximation of universities to health services, resulting in the insertion of students in supervised internships within the primary health care. This study aimed to analyze the performance of medical students, inserted in basic family health units, based on the teachers' appreciation. An exploratory quali-quantitative study was carried out. The participants were preceptors, who evaluated the performance of two different groups of medical students in the context of Primary Care. Data collection took place by completing a questionnaire structured in 10 objective questions and the results were presented through the means obtained in the questions that reflect the academic performance perceived by the preceptors. These results point to higher averages in the domains of Attitudes and Skills for academics who had their insertion since the first semester of the course in the context of Primary Care, when compared with those who started these activities only in the sixth semester. However, they had a higher average in the cognitive domain, when compared to the former.

Keywords: Medical Education. Faculty, Medical. Primary Health Care.

Biografia do Autor

Tânia Gisela Biberg-Salum, Universidade Anhanguera - Uniderp

Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (1989), Mestrado em Ciências com enfoque em Oftalmologia [Rib.Preto] pela Universidade de São Paulo (2012) e Doutorado em Ciências com enfoque em Oftalmologia [Rib.Preto] pela Universidade de São Paulo (2015). É especialista em Formação Docente para o Ensino Superior e possui MBA em Gestão de Cooperativas na área da saúde pela FGV. É docente do Curso de Medicina da UEMS - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul e docente da Universidade Anhanguera - UNIDERP, além de ser membro do corpo docente permanente do programa de Mestrado Acadêmico em Ensino de Ciências e Matemática da UNIDERP. Tem experiência clínica na área de Medicina, com ênfase em Oftalmologia e atua como pesquisadora nos seguintes temas: educação médica, interação ensino-serviço-comunidade, saúde indígena, oftalmologia, sendo Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Médica da UNIDERP e do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Ensino e Saúde da UEMS.

Ana Helena Pitanga Barbosa, Universidade Anhanguera - Uniderp

Acadêmica do quinto ano de Medicina na Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal – UNIDERP.

Ana Carolina Rocha Duarte, Universidade Anhanguera - Uniderp

Acadêmica do terceiro ano de Medicina na Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal – UNIDERP.

Rosilene Canavarros Monteiro, Universidade Anhanguera - Uniderp

Graduada em Enfermagem pela UNIGRAN Capital (2017). Pos-graduanda em Enfermagem do Trabalho e Auditoria em Serviços de Saúde (2019) pelo Centro Goiano de Ensino e Pós-Graduação, Pesquisa CEGESP. Mestranda do Programa em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade  para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal (UNIDERP).

Felipe Villar Telles Lunardelli Pacchioni, Universidade Anhanguera - Uniderp

Acadêmico do sexto ano de Medicina na Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal – UNIDERP.

Hélio Arthur Milhomem Andrade, Universidade Anhanguera - Uniderp

Acadêmico do sexto ano de Medicina na Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal – UNIDERP.

Victor Araujo Alves de Lima, Universidade Anhanguera - Uniderp

Acadêmico do sexto ano de Medicina na Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal – UNIDERP.

Publicado
2021-01-19
Seção
Artigos