Análise do Impacto das Campanhas Educativas na Temática do Suicídio Sobre os Acadêmicos dos Cursos de Medicina, Psicologia e Licenciaturas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17921/2447-8733.2021v22n1p61-69

Resumo

Resumo
O presente trabalho é produto de uma pesquisa quantitativa descritiva, tendo acadêmicos de Medicina, Psicologia, Pedagogia, Serviço Social e Matemática, de uma única Instituição de Ensino Superior, como participantes. O tema abordado foi sobre as campanhas educativas que orientam sobre o trato com pessoas com tendência suicida. A escolha desses cursos ocorreu pelo fato de prepararem profissionais para tratarem diretamente com pessoas de diversas idades e classes sociais. A proposta foi feita por um acadêmico de Medicina e conduzida por ele em parceria com uma colega de turma e um mestrando. O objetivo foi avaliar o impacto de uma campanha educativa. Foram abordados, direta e indiretamente, 136 acadêmico(a)s por meio de um formulário, com 16 questões, elaborado no Google forms. Para os acadêmicos de Medicina, que já estavam no internato, foi enviado o link pelo celular e, para os demais, foi entregue impresso enquanto estavam em sala de aula. O acesso foi reduzido por causa do COVID19 que limitou o contato. Os resultados apontam que, até o momento, a campanha ainda não produziu os resultados esperados e que o enfoque deve ser na orientação de como agir, com indicações de locais para os quais poderão encaminhar, e não apenas na informação sobre o comportamento da pessoa.

Palavras-chave: Comportamento Suicida. Sofrimento do Suicida. Trato com o Suicida.

Abstract
The present work is the product of a quantitative descriptive research with students from Medicine, Psychology, Pedagogy, Social Work and Mathematics, from a single institution of higher education, as participants. The topic approached was about the educational campaigns that guide about dealing with people with a suicidal tendency. The choice of these courses was because they prepare professionals to deal directly with people of different ages and social classes. The proposal was done by a medicine school student and conducted by him or her in partnership with a classmate and a master's student. The main objective was to evaluate the impact of an educational campaign. 136 students were addressed directly and indirectly through a form, with 16 questions, elaborated in Google forms. For medicine school students, who were already in internship, the link was sent by cell phone and, for the others, it was handed out printed while they were in class. Access was reduced because of COVID19, which limited contact. The results show that, so far, the campaign has not produced the expected results yet and that the focus should be on orienting how to act, with indications of where they can go, and not just on information about the person's behavior.

Keywords: Suicidal Behavior. Suffering of the Suicide Victim. Dealing with the Suicide Victim

Biografia do Autor

Matheus Marques da Silva Santos, Anhanguera-Uniderp

Acadêmico do curso de medicina pela universidade Anhanguera-Uniderp

Bolsista da Fundação Nacional de Desenvolvimento do Ensino Superior Particular (Funadesp)

 

Juliana Massambani Aleixo Silva, Anhanguera-Uniderp

Acadêmica do curso de medicina pela universidade Anhanguera-Uniderp

Voluntária do Programa de Iniciação Científica

João Matheus Albertoni Macedo

Graduado em Biologia e Matemática. Mestrando em Ensino de Ciências e Matemática.

Professor da Rede Pública de Ensino em Dourados-MS

Antonio Sales, Anhanguera-Uniderp

Doutor em Educação. Professor no curso de medicina pela universidade Anhanguera-Uniderp e no Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática da mesma IES.

Downloads

Publicado

2021-03-26

Edição

Seção

Artigos