Pedagogia Sistêmica: uma Nova Abordagem no Processo de Ensino Aprendizagem

Resumo

Resumo
O século XXI expressa um grande desafio: a educação escolar que não tem conseguido atender a demanda exigida pelas atuais mudanças sociais. A Pedagogia Sistêmica vem ao encontro deste dilema de encontro ao , e não como uma nova metodologia, mas como uma postura do professor: quem ensina é também sujeito que aprende; surgiu enquanto adaptação para a escola, a partir dos trabalhos do filósofo e psicanalista alemão Bert Hellinger, que aborda a visão sistêmica-fenomenológica e os campos morfogenéticos em procedimentos terapêuticos breves. O objetivo deste estudo é compreender a experiência de professores de Cuiabá\MT, que colocaram em prática exercícios sistêmicos, a partir de suas próprias narrativas. A metodologia utilizada foi a história oral, estruturada a partir da leitura de artigos e livros de outros professores nacionais e internacionais, que também utilizaram a Pedagogia Sistêmica nos fazeres pedagógicos, realizando uma triangulação com autores consagrados da Educação mundial. Como resultado se traz um percurso histórico da Pedagogia Sistêmica no Brasil e no Mundo; exemplos de atividades escolares com os quais foi possível sentir a importância de revisão de hábitos e posturas frente aos problemas, em sala de aula, quando se coloca a culpa dos baixos resultados somente nos alunos e suas famílias e se esquece de preconceitos e fragilidades pessoais e docentes. A conclusão é de que há ganhos efetivos do professor, durante o processo da auto permissão do olhar sistêmico, em sala de aula, haja vista que esse profissional estará olhando também para suas questões afetivas\emocionais.

Palavras-chave: Educação Holística. Práticas Sistêmicas. Ensino-Aprendizagem.

Abstract
The 21st century expresses a great challenge: school education that has not been able to meet the demand required by current social changes. Systemic Pedagogy is consistent with this dilemma, and not as a new methodology, but as a teacher's posture: the one who teaches is also a subject who learns; it arose as an adaptation to the school from the works of German philosopher and psychoanalyst Bert Hellinger, who approaches the systemic-phenomenological vision and morphogenetic fields in brief therapeutic procedures. The objective of this study is to understand the experience of teachers from Cuiabá\MT, who put in practice systemic exercises, based on their own narratives. The methodology used was oral history, structured from reading articles and books from other national and international teachers, who also used the Systemic Pedagogy in the pedagogical practice, performing a triangulation with consecrated World Education authors. As a result, there is a historical course of systemic Pedagogy in Brazil and in the world; examples of school activities with which it is possible to feel the importance of reviewing habits and postures in the face of problems, in the classroom, when the blame for the low results is placed only on students and their families and forget personal prejudices and weaknesses and the teachers. The conclusion is that there are effective gains from the teacher, during the self-permission of the systemic perspective process, in the classroom, since this professional will also be looking at his or her emotional\affective issues.

Keywords: Holistic Education. Systemic Practices. Teaching-learning.

 

Biografia do Autor

Cleonice Terezinha Fernandes, Universidade de Cuiabá
Bióloga, Dra. em Ciências da Motricidade pela UNiv de Trás-os-Montes e Alto D´Ouro/Portugal. Desenvolve pesquisas em motricidade, inclusão. Professora das faculdades de Educação Física, Biologia e Pedagogia com disciplinas afins a estas duas áreas. Atualmente integra o programa do mestrado em Ensino da UNIC/PPGEn, em pesquisas com interfaces em motricidade e neurociências.
Carla Cristina El-Hage Serafim, Mestranda PPGEn UNIC Mestrado em Ensino

Possui graduação em Pedagogia pelo Centro Universitário de Jales (2016) e graduação em Ciências Biológicas pela Universidade de Cuiabá (2013). Pós-Graduação Lato Sensu em Educação Infantil. Cursando o Programa de Pós-Graduação do Mestrado em Ensino - Stricto Sensu da UNIC\IFMT (2019\2020). 

Publicado
2020-12-17
Seção
Artigos