Desenvolvimento Profissional de Professores em Educação Estatística

  • Everton José Goldoni Estevam Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR), Campus de União da Vitória http://orcid.org/0000-0001-6433-5289
  • Márcia Cristina de Costa Trindade Cyrino Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Resumo

Este artigo visa a problematizar e discutir o desenvolvimento profissional de professores que ensinam Matemática, no contexto da Educação Estatística. Para tanto, foi realizado um estudo qualitativo e interpretativo sobre apontamentos da literatura, nacional e internacional, relacionados a essa temática, que, em seguida, foi associado à experiência de desenvolvimento profissional de uma Comunidade de Prática de professores que ensinam Matemática. A partir da análise dos dados, sistematizamos as discussões e problematizamos desafios, possibilidades e dificuldades acerca do desenvolvimento profissional de professores no contexto da Educação Estatística, bem como sugerimos uma possível estrutura de análise e intervenção para estudos e ações incidentes nesse campo do desenvolvimento profissional.

Biografia do Autor

Everton José Goldoni Estevam, Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR), Campus de União da Vitória
Doutor em Ensino de Ciências e Educação Matemática pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Professor da Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR), campus de União da Vitória.
Márcia Cristina de Costa Trindade Cyrino, Universidade Estadual de Londrina (UEL)
Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (USP). Professora do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática da Universidade Estadual de Londrina (UEL) e Bolsista Produtividade do CNPq.

Referências

ADLER, J. et al. Reflections on an Emerging Field: Researching Mathematics Teacher Education. Educational Studies in Mathematics, v. 60, p. 359-381, 2005.

BALDINO, R. R. Ensino de Matemática ou Educação Matemática? Temas e Debates, Ano IV, n. 3, p. 51-60, 1991.

BATANERO, C.; BURRILL, G.; READING, C. (Eds.). Teaching Statistics in School Mathematics - Challenges for Teaching and Teacher Education: A Joint ICMI/IASE Study. London: Springer, 2011.

BATANERO, C. et al. Errors and difficulties in understanding elementary statistical concepts. Intenational Journal of Mathematics Education in Science and Technology, v. 25, n. 4, p. 527-547, 1994.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: matemática (3º e 4º ciclos do Ensino Fundamental). Brasília: MEC/SEF, 1998.

________. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: matemática. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1997.

________. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Parâmetros curriculares nacionais +: ciências da natureza, matemática e suas tecnologias (Ensino Médio). Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Brasília: MEC/SEB, 2002.

COCHRAN-SMITH, M.; LYTLE, S. L. Inquiry as stance: practitioner research for next generation. New York: Teacher College Press, 2009.

________. Relationship of knowledge and practice: Teacher learning in the communities. Review of Research in Education, v. 24, p. 249-305, 1999.

COELHO, M. A. V. M. P. Os saberes profissionais dos professores. Horizontes, v. 31, n.1, p. 41-50, jan./jun. 2013.

COHEN, L.; MANION, L.; MORRISON, K. Research Methods in Education. 6th ed. London: Routledge, 2007.

COSTA, A.; NACARATO, A. M. A Estocástica na Formação do Professor de Matemática: concepções de professores e de formadores. Bolema, Rio Claro, v. 24, n. 39, p. 367-386, ago. 2011.

CYRINO, M. C. C. T. As várias formas de conhecimento e o perfil do professor de Matemática na ótica do futuro professor. 2003, 256 f. Tese (Doutorado em Educação) Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.

CYRINO, M. C. C. T.; OLIVEIRA, H. M. A. P. Casos Multimídia sobre o Ensino Exploratório na Formação de Professores que Ensinam Matemática. In: CYRINO, M. C. C. T. (Ed.). Recurso Multimídia para a Formação de Professores que Ensinam Matemática: elaboração e pressupostos. Londrina: EDUEL, no prelo.

DAY, C. Developing teachers: the challenges of lifelong learning, London: Falmer Press, 1999.

DENZIN, N. K.; LINCOLN, Y. S. O Planejamento da Pesquisa Qualitativa: teorias e abordagens. 2 ed. Porto Alegre: Artmed, 2006.

ESTEVAM, E. J. G; CYRINO, M. C. C. T. Educação Estatística e a Formação de Professores de Matemática: cenário de pesquisas brasileiras. Zetetiké – Revista de Educação Matemática. Campinas, v. 22, p. 123- 149, 2014.

GATTUSO, L.; OTTAVIANI, M. G. Complementing Mathematical Thinking and Statistical Thinking in School Mathematics. In: BATANERO, C.; BURRILL, G.; READING, C. (Eds.). Teaching Statistics in School Mathematics - Challenges for Teaching and Teacher Education: A Joint ICMI/IASE Study. London: Springer, 2011. p. 121-132.

GRANDO, R. C.; NACARATO, A. M. As potencialidades do trabalho colaborativo para o ensino e a aprendizagem em Estocástica. In: NACARATO, A. M.; GRANDO, R. C. (Orgs.). Estatística e Probabilidade na Educação Básica: professores narrando suas experiências. Campinas: Mercado de Letras, 2013. p. 11- 32.

GRANDO, R. C.; NACARATO, A. M.; LOPES, C. E. Narrativa de Aula de uma Professora sobre a Investigação Estatística. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 39, n. 4, p. 985-1002, out./dez. 2014.

GROTH, R. E.; XU, S. Preparing Teachers Through Case Analyses. In: BATANERO, C.; BURRILL, G.; READING, C. (Eds.). Teaching Statistics in School Mathematics - Challenges for Teaching and Teacher Education: A Joint ICMI/IASE Study. London: Springer, 2011. p. 371-382.

HALL, J. Engaging Teachers and Students with Real Data: Benefits and Challenges. In: BATANERO, C.; BURRILL, G.; READING, C. (Eds.). Teaching Statistics in School Mathematics - Challenges for Teaching and Teacher Education: A Joint ICMI/IASE Study. London: Springer, 2011. p. 335-346.

KRAINER, K. Teams, communities & networks. Journal of Mathematics Teacher Education, Netherlands, v. 6, n. 2, p. 93-105, jun. 2003.

LAVE, J.; WENGER, E. Situated learning: legitimate peripheral participation. Cambridge: Cambridge University Press, 1991.

LOPES, C. E. O ensino da estatística e da probabilidade na educação básica e a formação dos professores. Cadernos Cedes, Campinas, v. 28, n. 74, p. 57-73, jan./abr. 2008.

________. As Narrativas de Duas Professoras em seus Processos de Desenvolvimento Profissional em Educação Estatística. Bolema, Rio Claro (SP), v. 28, n. 49, p. 841-856, ago. 2014.

MAKAR, K.; FIELDING-WELLS, J. Teaching Teachers to Teach Statistical Investigations. In: BATANERO, C.; BURRILL, G.; READING, C. (Eds.). Teaching Statistics in School Mathematics - Challenges for Teaching and Teacher Education: A Joint ICMI/IASE Study. London: Springer, 2011. p. 407- 418.

OLIVEIRA, D.; LOPES, C. E. A prática docente em estocástica, revelada por professoras que ensinam matemática nos anos iniciais do ensino fundamental. Educação Matemática Pesquisa, São Paulo, v.15, Número Especial, p. 909-925, 2013.

OLIVEIRA, H. M. A. P.; CYRINO, M. C. C. T. Formação inicial de professores de matemática em Portugal e no Brasil: Narrativas de vulnerabilidade e agência. Interacções, v.18, p.104-130, 2011.

OLIVEIRA, H.; MENEZES, L.; CANAVARRO, A. P. Conceptualizando o ensino exploratório da Matemática: Contributos da prática de uma professora do 3.º ciclo para a elaboração de um quadro de referência. Quadrante, v. 22, n. 2, p. 1-25, 2013.

PAMPLONA, A. S.; CARVALHO, D. L. A Educação Estatística e as Relações de Poder em Comunidades de Prática. Bolema, v. 24, n. 39, p. 351-366, 2011.

PASSOS, C. L. B. et al. Desenvolvimento profissional do professor que ensina Matemática: Uma meta-análise de estudos brasileiros. Quadrante, v. 15, n. 1 e 2, p. 193-219, 2006.

PFANNKUCH, M.; BEN-ZVI, D. Developing Teachers’ Statistical Thinking. In: BATANERO, C.; BURRILL, G.; READING, C. (Eds.). Teaching Statistics in School Mathematics - Challenges for Teaching and Teacher Education: A Joint ICMI/IASE Study. London: Springer, 2011. p. 323-334.

PONTE, J. P. Da formação ao desenvolvimento profissional. In: Actas do ProfMat98. Lisboa: APM, 1998. p. 27-44.

________. Estudando o conhecimento e o desenvolvimento profissional do professor de matemática. In:Planas, N. (Coord.). Teoria, crítica y prática de la educación matemática. Barcelona: GRAO, 2012. p. 83 – 98.

________. Preparing Teachers to Meet the Challenges of Statistics Education. In: BATANERO, C.; BURRILL, G.; READING, C. (Eds.). Teaching Statistics in School Mathematics - Challenges for Teaching and Teacher Education: A Joint ICMI/IASE Study. London: Springer, 2011. p. 299-310.

PONTE, J. P.; CHAPMAN, O. Mathematics teachers' knowledge and practices. In: GUTIÉRREZ, A.; BOENO, P. (Eds.). Handbook of research on the psychology of mathematics education: Past, present, and future. Roterdham: Sense, 2006. p. 461-494.

RIDGWAY, J.; NICHOLSON, J.; McCUSKER, S. Developing Statistical Literacy in Students and Teachers. In: BATANERO, C.; BURRILL, G.; READING, C. (Eds.). Teaching Statistics in School Mathematics - Challenges for Teaching and Teacher Education: A Joint ICMI/IASE Study. London: Springer, 2011. p. 311-322.

SHULMAN, L. S. Knowledge and teaching: foundations of the new reform. Harvard Educational Review, v. 57, n. 1, p. 1-22, 1987.

________. Those who understand: knowledge growth in teaching. Educational Researcher, v. 15, n. 2, p. 4-14, 1986.

SILVA, M. A. A Presença da Estatística e da Probabilidade no Currículo Prescrito de Cursos de Licenciatura em Matemática: uma análise do possível descompasso entre as orientações curriculares para a Educação Básica e a formação inicial do professor de Matemática. Bolema, Rio Claro (SP), v. 24, n. 40, p. 747-764, dez. 2011.

SOUZA, L. O.; FACCIO, A. P; LOPES, C. E. Collaborative Training for Teaching Probability and Statistics: empirical approaches and simulation with elementary school students. RIPEM, v. 4, n. 3, p. 87-103, 2014.

SOUZA, L. O.; LOPES, C. E. Reflexões sobre o Desenvolvimento Profissional de Professores em Educação Estatística. Educação Matemática em Revista, n. 32, p. 4-15, 2011.

SOUZA, L. O.; LOPES, C. E.; SOUZA, A. C. A Pesquisa-Ação Colaborativa e o envolvimento de Professores de Matemática em busca do Conhecimento Pedagógico para ensinar Estatística. Perspectivas da Educação Matemática, Campo Grande, v.5, número temático, p. 37-47, 2012.

SOUZA, L. O.; MENDONÇA, L. O.; LOPES, C. E. A Ação Pedagógica e o Desenvolvimento Profssional de Professores em Educação Estocástica. In: COUTINHO, C. Q. S. (Org.). Discussões sobre o Ensino e a Aprendizagem da Probabilidade e da Estatística na Escola Básica. Campina: Mercado de Letras, 2013. p. 121-142.

SOUZA, L. O. O Desenvolvimento de Professores para o Ensino de Probabilidade em Tarefas de Investigação Estatística. In: LOPES, C. E. (Org.). Os Movimentos da Educação Estatística na escola Básica e no Ensino Superior. Campinas: Mercado de Letras, 2014. p. 73-100.

SOWDER, J. T. The Mathematical Education and Development of Teachers. In: LESTER, F. K. (Ed.). Second Handbook of Research on Mathematics Teaching and Learning. North Carolina: Information Age Publishers, 2007. p. 157-223.

SZTAJN, P.; CAMPBELL, M. P.; YOON, K. S. Conceptualizing professional development in mathematics: Elements of a model. PNA, 5 (3), 82 – 92, 2011.

WENGER, E. Communities of practice: learning, meaning and identity. New York: Cambridge University Press, 1998.

WILD, C.; PFANNKUCH, M. Statistical Thinking in Empirical Enquiry. International Statistical Review, Auckland, v. 67, n. 3, p. 223-265, 1999.

Publicado
2016-07-06
Seção
Artigos