Relação Entre Conhecimento e Olhar Profissional para o Ensino de Situações Envolvendo o Raciocínio Proporcional na Formação Inicial

  • Alexsandro Soares Cândido Universidade Anhanguera de São Paulo, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação Matemática. SP, Brasil.
  • Angélica da Fontoura Garcia Silva Universidade Anhanguera de São Paulo, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação Matemática. SP, Brasil.

Resumo

Este artigo relata uma pesquisa com um grupo composto por 30 estudantes de pedagogia de uma instituição superior de ensino localizada na grande São Paulo. O propósito desse estudo foi identificar o conhecimento profissional e o olhar com sentido dessas futuras professoras para o ensino de situações-problema envolvendo raciocínio proporcional – sobretudo, situações de valor omisso –; e relacionar esse conhecimento das futuras professoras com esse seu olhar profissional. A coleta de dados incluiu a aplicação de um questionário – de caráter diagnóstico – e depoimentos coletados durante e depois de sua aplicação. O estudo fundamenta-se em teorias que discutem o conhecimento e a competência profissional de professores que ensinam Matemática – especialmente investigações de Ball, Thames e Llinares e seus respectivos colaboradores. Apoia-se também em pesquisas que investigam questões didáticas relativas ao raciocínio proporcional em situações de valor omisso. As respostas do grupo investigado indicaram que 80% das futuras professoras resolvem a situação apresentada de maneira acertada, com predominância da estratégia escalar, seguida da funcional e do produto cruzado. Observou-se também que as limitações de conhecimentos de estratégias para resolver situações envolvendo valor omisso comprometeram os conhecimentos pedagógicos e o olhar profissional para o ensino dos participantes.

Palavras-chave: Conhecimento Matemático para o Ensino. Raciocínio Proporcional. Situação de Valor Omisso. Professores dos Anos Iniciais. Formação Inicial de Professores.

Abstract
This article aims to identify and relate the knowledge and professional view of students of a pedagogy course for teaching problem situations involving proportional reasoning, above all, situations of negligible value. This research involves a group composed of 30 students from the pedagogy course of a higher education institution located in the greater São Paulo. Data collection included the application of a questionnaire - of a diagnostic character - and testimonies collected during and after its application. Theoretically, this study is based on theories that discuss the knowledge and professional competence of teachers who teach Mathematics especially, investigations of Ball, Thames and Llinares. In addition, it is also supported by studies that investigate didactic issues related to the theme: proportional reasoning in non-value situations. The responses of the investigated group indicated that the majority of future teachers - 80% of them - solves the presented situation correctly. There is predominance of the scalar strategy, followed by the functional and the cross product. It was observed that the limitations of knowledge of strategies to solve situations involving missing value, also compromised the pedagogical knowledge and the professional look for the teaching of the participants.

Keywords: Mathematical Knowledge for Teaching. Proportional Reasoning. Situation of Value Omitted. Teachers from the Early Years. Initial Teacher Training.

Biografia do Autor

Alexsandro Soares Cândido, Universidade Anhanguera de São Paulo, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação Matemática. SP, Brasil.
Possui graduação em Ciências e Matemática pela Faculdade do Instituto Educacional Tereza Martin - FATEMA (2000), Pós-graduação Lato sensu Educação Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP (2006), Pós-graduação Lato sensu Gestão Escolar pela Universidade São Marcos - UNIMARCO (2007), Mestrado Acadêmico em Educação Matemática pela Universidade Bandeirante de São Paulo - UNIBAN (2010). Atualmente cursando doutorado na UNIVERSIDADE ANHANGUERA - UNIAN (2015-2018) e Pós-graduação Lato sensu em Adiministração Geral pela Universidade Paulista - UNIP-BR (2015-2017). Professor de ensino superior das Universidades: Paulista - UNIP, Estácio - FNC e da Faculdade Federal Capital (Fecaf).
Angélica da Fontoura Garcia Silva, Universidade Anhanguera de São Paulo, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação Matemática. SP, Brasil.
Possui graduação em licenciatura em Ciências habilitação em Matemática, doutora em Educação Matemática pelo Programa de Estudos Pós graduados em Educação Matemática da PUC-SP, mestre em Educação pelo Programa Educação: História Política e Sociedade da PUC-SP . Fez estágio de doutoramento Sandwich em 2006, na Escola Superior de Educação de Lisboa sob a supervisão da professora Maria de Lurdes Serrazina. É professora contratada pelo Programa de Pós-graduação em Educação Matemática da Universidade Anhanguera de São Paulo . Desenvolve atividade de pesquisa sobre o Formação de Professores que ensinam Matemática. Participa do grupo de pesquisa: Observatório da Educação. Os resultados de pesquisa foram publicados em anais de congressos nacionais e internacionais na área.
Publicado
2018-12-30
Seção
Artigos