“A I Conferência Nacional de Educação (Curitiba, 1927) como Possibilidade…”: Três Ensaios para Pensar a História da Educação Matemática

  • Rosilda dos Santos Morais Universidade Federal de São Paulo. S.P, Brasil.
  • Filipe Santos Fernandes Universidade Federal de Minas Gerais. MG, Brasil.
  • Raquel Guimarães de Medeiros Rede de Ensino Municipal de Guarulhos e da Rede de Ensino Municipal de São Paulo. SP, Brasil.

Resumo

A I Conferência Nacional de Educação (Curitiba, 1927) tem se constituído como cenário de investigação para diversas pesquisas. Entretanto, não se identificam pesquisas que se voltaram a analisar a emergência de experts em educação e a problematizar o papel desses sujeitos como vetores de objetivação de saberes na formação e no ensino. Neste texto, a partir de olhares diferenciados de seus autores, são apresentados três ensaios pautados no encontro entre a I Conferência Nacional de Educação e a história da educação matemática nos quais se busca: 1. Considerar a primeira Conferência como possibilidade para pensar a configuração de experts e a solicitação da expertise em educação no Brasil; 2. Apresentar uma tese da I Conferência Nacional de Educação sobre o ensino de Aritmética, um convite a pensar questões do ensino primário do início do século XX; e, finalmente, 3. Traçar uma breve discussão sobre as contribuições do estudo derivado de documentos da I Conferência Nacional de Educação para pensar questões da pesquisa em História da educação matemática no Brasil.

Palavras-chave: Década de 1920. Educação Matemática. Ensino de Matemática. Experts em educação. História do Ensino de Matemática.

Abstract
The I National Conference of Education (Curitiba, 1927) has been constituted as research scenario for several researches. However, we do not identify researchers that has returned to analyze the emergence of experts in education and to problematize the role of these subjects as vectors of objectification of knowledge in formation and teaching. In this text, from the standpoint of its authors, three essays are presented based on the meeting between the First National Conference of Education and the history of mathematical education in which one seeks: 1. To consider the First Conference as a possibility to think the configuration of experts and the request of expertise in education in Brazil; 2. Present a thesis of the First National Conference on Education on Arithmetic teaching, an invitation to think about primary school issues of the early twentieth century; and finally 3. Draw a brief discussion on the contributions of the study derived from documents of the First National Conference of Education to think questions of research in History of mathematical education in Brazil.

Keywords: 1920s. Mathematics Education. Mathematics Teaching. Experts in Education. History of Mathematics Teaching.

Referências

Ajzenberg, E. A semana de arte moderna de 1922. Revista Cultura

e Extensão USP. 2012. USP: São Paulo. Pró-reitoria de Cultura e

Extensão Universitária. Maio, v. 7, 2012. Disponível em: http://www.

revistas.usp.br/rce/article/view/46491. Acesso em 19 dez. 2016.

Albuquerque Junior, D. M. (2007). História: A arte de inventar o passado.Ensaios de teoria da história. Bauru: Edusc.

Bertini, L. F., Morais, R. S., & Valente, W. R. (2017). A matemática a

ensinar e a matemática para ensinar: novos estudos sobre a formação

de professores. São Paulo: Editora Livraria da Física.

Costa, M. J. F. F., Shena, D. R., & Schmidt, M. A. (1997). I Conferência

Nacional de Educação Curitiba 1927. Brasília: INEP.

Dassie, B. A., & Rocha, J. L. (2003). O ensino de matemática no brasil

nas primeiras décadas do Século XX. Caderno Dá Licença, 5 (4),

-74.

Hoeller, S. A. O. As Conferências Educacionais: projetos para a nação e

modernidade pedagógica nos anos de 1920. 2014. 482f. 2014.Tese

(Doutorado em Educação) – Universidade Federal de Santa Catarina,

Hofstetter, R. Penétrer dans la vérité de l’école pour la juger pièces em

main – L’irrésistible institucionalisation de l’expertise dans le champ

pédagogique (XIXe. – XX siècles). In : BORGEAUS, P. et al. (Orgs.).

En La Fabrique des savoir – figures et pratiques d’experts. Geneva:

L’Équinoxe. Collection de sciences humaines, 2013.

Hofstetter, R., & Schneuwly, B. (2017). Saberes: um tema central para

as profissões do ensino e da formação. In: R, Hofstetter, & W. R.,

Valente. Saberes em (trans)formação: tema central da formação de

professores, pp.113-172. São Paulo: Editora Livraria da Física.

Lourenço Filho, M. B. (1927). Um registro do evento. In: M. J. F.

F., Costa, D. R. Shena, & M.A., Schmidt. Anais I Conferência

Nacional de Educação, Curitiba, 1927. Brasília: SEDIAE/INEP/

MEC/IPARDES, 1927. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/

handle/123456789/123679. Acesso em 25 abr. 2017.

Oliveira, M. A. Apropriações do método intuitivo para ensinar aritmética

em escolas primárias: analisando a legislação educacional brasileira

– (1879 – 1930). Disponível em: https://periodicos.set.edu.br/index.

php/educacao/article/download/1438/895. Acesso em 5 out. 2017.

Santos, J. C., Santos, I. B. (2016). As Cartas de Parker: uso(s) no ensino primário sergipano. J Int Est Educ Matem., 9(2), 30-54.

Torrez, J. M. A. (1927). Qual o processo mais eficaz para o ensino da

Aritmética no primeiro ano do curso preliminar?. In: M. J. F. F. Costa,

D. R., Shena, & M. A. Schmidt. Anais da I Conferência Nacional de

Educação, pp.164-177. Brasília: SEDIAE/INEP/MEC/IPARDES.

Valente, W. R. (2013). Lourenço Filho, as cartas de Parker e as

transformações da Aritmética escolar. Disponível em: http://

sbhe.org.br/novo/congressos/cbhe7/pdf/06-%20HISTORIA%20

DAS%20CULTURAS%20E%20DISCIPLINAS%20ESCOLARES/

LOURENCO%20FILHO%20AS%20CARTAS%20DE%20

PARKER.pdf

Publicado
2018-07-30
Seção
Artigos