A ZONA DE DESENVOLVIMENTO PROXIMAL PARA IDENTIFICAR APRENDIZAGEM COMO PARTICIPAÇÃO EM PRÁTICAS MATEMÁTICAS

  • Cristina Frade
  • Steve Lerman
  • Luciano Meira

Resumo

Neste trabalho apresentamos uma base teórica para analisar a aprendizagem matemática como participação em práticas discursivas. A partir de teorias sociológicas e socioculturais do campo da Educação Matemática, essa base combina: 1) participação como apropriação de um discurso; 2) aprendizagem definida como participação; 3) quatro domínios (vocabulário, comunicacional, normas e afetivo) como ferramentas para observar mudanças; e 4) o construto Zona de Desenvolvimento Proximal em termos de relações passado-presente-futuro para indicar, em cada domínio, o que era antes da mudança, o que é um resultado de mudança, e o que será/poderá ser no futuro por causa da mudança. Nossa perspectiva teórica é ilustrada com uma análise de dados produzidos em cenários de interação distintos. Concluímos com uma discussão acerca do potencial analítico dessa perspectiva para uso de pesquisadores e professores.
Publicado
2015-06-18
Seção
Artigos