Ensino de Estatística na Formação Inicial do Professor de Matemática: Possibilidades para o Tratamento de Dados e para Abordagem na Educação Básica

  • Leandra dos Santos Universidade Estadual Paulista
  • Nair Cristina Margarido Brondino
  • Sueli Liberatti Javaroni

Resumo

Resumo
Frente à exposição dos indivíduos a um conjunto cada vez maior de informações, muitas vezes em forma de dados numéricos, a análise, interpretação e a tomada de decisões se fazem necessárias diante das exigências sociais. Nesse cenário, a Estatística possibilita que competências e habilidades sejam desenvolvidas, em particular por estudantes em formação. Diante disso, o presente artigo objetiva apresentar três atividades didáticas distintas: uma delas desenvolvida remotamente e as demais de forma semipresencial e presencial nas aulas da disciplina de Estatística de um curso de Licenciatura em Matemática por estudantes do último semestre, objetivando a produção de conhecimentos sobre conteúdos estatísticos e reflexões acerca de possibilidades para o ensino na Educação Básica. Mais especificamente, a primeira atividade envolveu a comparação de características de duas populações distintas; a segunda, o ajuste de um modelo de regressão linear; e a terceira, a elaboração e apresentação de um seminário sobre tipos de amostragens específicos e de uma proposta de intervenção na Educação Básica associada ao tema em questão. Os resultados indicaram o envolvimento e o desenvolvimento de conhecimentos pelos licenciandos quanto aos conceitos envolvidos nas três atividades propostas, além de distintas sugestões apontadas por eles para abordagem de temas associados à Estatística na Educação Básica, considerando a aprendizagem de seus futuros alunos a partir da experiência vivenciada. Por fim, o presente trabalho ressalta a importância de atividades didáticas que propiciem reflexões acerca dos conceitos e o ensino de Estatística pelo professor em formação inicial, além do papel da tecnologia digital nas atividades desenvolvidas.

Palavras-chave: Ensino de Estatística. Atividades Didáticas. Formação Inicial do Professor de Matemática. Educação Básica. Excel.

Abstract
Given the exposition of individuals to an increasing amount of information, especially in the form of data, both the interpretation and decision-making are crucial due to the new social requirements. In this scenario, statistical knowledge, when considered beyond the application of formulas, allows that students in training can develop competences and skills. In that context, this paper aims to present three didactic activities employed in a Statistics discipline taught to the last semester students of a Mathematics Degree course. The objective of these activities was the knowledge production about statistical contents, besides providing reflections about possibilities for teaching in Basic Education. The first activity was developed remotely and aimed to compare the characteristics of two different populations and the second one consisted of the adjustment of a linear regression model to the data. In the last activity, the students elaborated and presented a seminar about sampling techniques jointly with an intervention proposal, which aimed for a further application in Basic Education classes. The results indicated the involvement and knowledge development by the undergraduate students regarding the concepts involved in the proposed activities. Moreover, from their experience, undergraduate students could suggest new strategies to teach some themes in Statistics, taking into account the learning of their future students. Finally, this paper reinforces the importance of didactic experiences able to promote reflections about the concepts and the teaching of Statistics by the teacher in initial training, besides the importance of using digital technology in the developed activities.

Keywords: Teaching Statistics. Didactic Activities. Initial Mathematics Teacher Education. Basic Education. Excel.

Publicado
2021-02-11
Seção
Artigos