Reflexões Sobre o Papel da Educação Estatística na Formação de Professores no Contexto da Pandemia da Covid-19

Resumo

Resumo
A Pandemia da Covid-19 tem gerado dados que a todo momento são divulgados pelas mídias. Este cenário impõe aos professores o desafio de estimular o desenvolvimento de uma atitude crítica do estudante em relação às informações difundidas. Ao trabalhar os conceitos matemáticos e estatísticos envolvidos nesta situação pandêmica, o professor pode instituir novos modos de promover a aprendizagem, a interação e o compartilhamento de significados entre os estudantes. Desse modo, este artigo tem por objetivo refletir sobre como os professores podem trabalhar conceitos matemáticos e estatísticos com os estudantes da Educação Básica no contexto da pandemia. Como suporte teórico, nos ancoramos na Base do Conhecimento proposta por Shulman, focando o conhecimento específico de Estatística, o conhecimento pedagógico e o conhecimento curricular. Apresentamos seis Casos de Ensino construídos a partir dos dados e informações estatísticas disponíveis em sites oficiais, visando dar sentido e significado às informações. Para tal, seguimos as premissas do Letramento Estatístico, dos níveis de leitura e interpretação de gráficos e do senso crítico. Por meio destes casos apresentamos ao professor diferentes recursos, como materiais concretos, simulação por meio de applets do Geogebra, indicadores como letalidade, taxa de mortalidade e prevalência a partir do contexto da pandemia da Covid-19. Salientamos, nesta perspectiva, a importância do conhecimento do contexto e do desenvolvimento da capacidade de formular questões críticas para, assim, contribuir com a formação de professores de forma que estes auxiliem os estudantes a entender a pandemia da Covid-19 e tomar decisões que preservem suas vidas e das pessoas de sua comunidade.

Palavras-chave: Educação Estatística. Formação de Professores. Base do Conhecimento. Casos de Ensino. Pandemia da Covid-19.

Abstract
The Covid-19 Pandemic has generated data that is currently disseminated by the media. This scenario imposes on teachers the challenge of stimulating the students’ development for a critical attitude in relation to the information disseminated. By working on the mathematical and statistical concepts involved in this pandemic situation, the teacher can institute new ways of promoting learning, interaction and sharing of meanings among students. Thus, this paper aims to reflect on how teachers can work mathematical and statistical concepts with Elementary School students in the context of the pandemic. We anchored, as technical support, in the Knowledge Base proposed by Shulman, focusing on the specific knowledge of Statistics, pedagogical knowledge and curricular knowledge. We present six Teaching Cases constructed from the data and statistical information available on official websites, aiming to give sense and meaning to the information. For this purpose, we follow the premises of Statistical Literacy, the levels of reading and interpretation of graphs and critical sense. Through these cases, we presented to the teacher different resources, such as concrete materials, simulation through Geogebra applets, indicators, such as, lethality, mortality rate and prevalence from the context of the Covid-19 pandemic. In this perspective, we emphasize the importance of knowing the context and also the development of the capacity of formulating critical questions, in order to contribute to the teacher training, so they can help the students understand the COVID-19 pandemic and take their own decisions. Decisions that will preserve their lives and the lives of the people of their community.

Keywords: Statistical Education,. Teacher Training. Knowledge Base. Teaching Case. Covid-19.

Biografia do Autor

Suzi Samá, Universidade Federal do Rio Grande (FURG)

Doutora em Educação em Ciências pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG), professora do Programa de Pós-graduação em Educação em Ciências, Coordenadora do GT12-Educação Estatística da Sociedade Brasileira de Educação Matemática.

Luciane de Souza Velasque, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio)

Doutora em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública, professora da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio).

Leandro Mendonça do Nascimento, Universidade Estácio de Sá
Doutorando em Informática na UFRJ, Mestre em Matemática pela Unirio. Professor da Universidade Estácio de Sá, FEUC e prefeitura de Duque de Caxias.
Leandro do Nascimento Diniz, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB).

Doutor em Ciências da Educação pela Universidade do Minho, Portugal. Docente da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Membro do Grupo de Pesquisa Educação Matemática no Recôncavo da Bahia (GPEMAR).

Publicado
2021-02-11
Seção
Artigos