Geometry and Technical Drawing in the Secondary School Journal: knowledge for teaching (1957 to 1963)

Resumo

Abstract
This study presents an analysis of articles on Mathematics and Technical Drawing, published in the Brazilian Secondary School Journal, between 1957 and 1963, in order to provide a panorama of theoretical and practical recommendations, emphasized and defended in these papers, regarding to teaching and learning processes of notions, concepts and procedures relative to geometry and especially whether the History of Mathematics was used a tool for teaching and learning Mathematics. This journal has been structured as a teacher training esource, as it has emerged in a context in which the large majority of Brazilian secondary school teachers were self-taught because, in 1957, only 16% of in-service teachers had graduated from Schools of Philosophy. For this analysis, we assume that the pedagogical media, which resulted from editorial strategies aimed at teachers, plays a significant role in the dissemination of ideas and knowledge understood as necessary and fundamental for the teaching practice. In this paper, we identify recommendations on the teaching and learning process for geometry, which are highlighted in the process of teacher professionalization, according to the appropriation perspective (Certeau 1994, Chartier 1991 and Carvalho 2006) of the educational legislation of the 1950s, followed by different authors of the analyzed articles.

Keywords: History of Mathematics Education in Brazil. Mathematics Teacher Training in Brazil. Pedagogical Media.

Resumo
Este estudo apresenta uma análise de artigos sobre Matemática e Desenho, publicados na Revista do Ensino Médio, entre 1957 e 1963, com a finalidade de fornecer um panorama de recomendações teóricas e práticas, enfatizadas e defendidas nesses artigos, no que se refere aos processos de ensino e aprendizagem de noções, conceitos e procedimentos relativos à geometria e, principalmente, se a História da Matemática foi utilizada como ferramenta para ensinar Matemática. Este periódico se estruturou como um recurso para a formação de professores, pois surgiu em um contexto em que a grande maioria dos professores do ensino médio brasileiro eram autodidatas, uma vez que em 1957 apenas 16% dos professores em serviço eram formados em escolas de Filosofia. Para esta análise, partimos do pressuposto de que os meios pedagógicos, fruto de estratégias editoriais dirigidas aos professores, desempenham um papel significativo na difusão de ideias e saberes entendidos como necessários e fundamentais para a prática docente. Neste artigo, identificamos recomendações sobre o processo de ensino e aprendizagem da geometria, que se destacam no processo de profissionalização docente, segundo a perspectiva de apropriação (Certeau 1994, Chartier 1991 e Carvalho 2006) da legislação educacional dos anos 1950, seguida por diferentes autores dos artigos analisados.

Palavras-chave: História da Educação Matemática no Brasil; Formação de professores de Matemática; Mídia Pedagógica

Biografia do Autor

Ruy Cesar Pietropaolo, Universidade Anhanguera de São Paulo

Professor do Programa de Pòs-graduação em Educação Matemática da Universidade Anhanguera de São Paulo

Maria Cristina Araújo de Oliveira, Universidade Federal Juiz de Fora

Professora Associada na Universidade Federal de Juiz de Fora, Departamento de Matemática

 

Publicado
2021-01-12
Seção
Artigos