PROCESSOS FORMATIVOS DE AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA SEGUNDO LICENCIANDOS E PROFESSORES FORMADORES

  • Fatima Maria Leite Cruz
  • Carlos Eduardo Ferreira Monteiro

Resumo

Este artigo discute a avaliação da aprendizagem de Matemática em contextos formais da Educação Básica e Superior. No âmbito das reflexões, problematizam-se explicações simplistas de que o fraco desempenho dos estudantes seria resultado apenas da qualidade do ensino e da formação dos professores. Reflete-se sobre as leituras genéricas da realidade que culpam a formação de professores pelo fracasso escolar; argumenta-se acerca das relações da formação de professores e as concepções de sujeito, ciência, práticas e processos avaliativos. A pesquisa teve a participação de estudantes concluintes e professores-formadores de um Curso de Licenciatura em Matemática. A abordagem teórica e metodológica foi baseada na teoria das representações sociais, sendo que os dados foram produzidos a partir de questionários de associação livre, realização de grupo focal e entrevistas individuais. As análises dos dados ofereceram subsídios para discutir a avaliação da aprendizagem formativa, suas subfunções, e as interfaces entre avaliação, currículo, o papel do professor e a aprendizagem/não aprendizagem em Matemática.
Publicado
2015-06-18
Seção
Artigos