Uso de Tecnologias da Informação e Comunicação Como Recursos Didáticos no Laboratório de Química Analítica Instrumental

  • Efraim Lázaro Reis Universidade Federal de Viçosa https://orcid.org/0000-0003-4285-8892
  • César Reis Universidade Federal de Viçosa
  • Clausius Duque Gonçalves Reis Universidade Federal de Viçosa
  • Érika de Freitas Basílio Universidade Federal de Viçosa
  • Guilherme Ramos Pereira Universidade Federal de Viçosa
  • Carlos Adriano Martins Universidade Cruzeiro do Sul

Resumo

Resumo
Foram implementadas experiências didáticas e metodológicas para a melhoria do processo de ensino e aprendizagem utilizando as tecnologias de informação e comunicação (TICs) no ambiente de laboratório de química analítica instrumental. Estes recursos foram utilizados para alunos dos cursos de Licenciatura em Química, Bacharelado em Química e Bacharelado em Bioquímica da Universidade Federal de Viçosa, possibilitando uma melhor utilização do tempo de laboratório e consequentemente um maior aproveitamento dos alunos como um todo durante as aulas. Promoveu-se dessa forma a dinamização das aulas valorizando o envolvimento de docentes e discentes com a socialização de práticas relacionadas ao uso de tecnologias da informação e comunicação dentro do ambiente de sala de aula. Neste caso ocorreu a participação dos discentes em atividades diferenciadas com os dados gerados por instrumentos, sendo disponibilizados em sites como o Dropbox para posterior trabalhos dos alunos. Na sequência, de forma aleatória, os alunos foram solicitados a apresentar os resultados obtidos para toda a turma diretamente do celular, tablet ou notebook, via projetor multimídia equipado com um Chromecast. O retorno desta experiência pedagógica, de acordo com os alunos, foi positivo, tendo em vista as opiniões sobre a importância de se de se usar estas ferramentas tecnológicas em sala de aula.

Palavras-chave: Tecnologia da Informação e Comunicação. Química Analítica Instrumental. Dropbox. Espectrofotmetria.

Abstract
Didactic and methodological experiments were implemented to improve the teaching and learning process, using information and communication technologies (TICs) in the instrumental analytical chemistry laboratory environment. These resources were used for students of the Degree in Chemistry, Bachelor of Chemistry and Bachelor of Biochemistry courses at the Federal University of Viçosa, enabling a better use of laboratory time and consequently a greater use of students as a whole during classes. In this way, the dynamization of classes was promoted, valuing the involvement of teachers and students with the socialization of practices related to the use of information and communication technologies within the classroom environment. In this case, the participation of students in different activities occurred with the data generated by instruments, being made available on sites such as Dropbox for later work by students. Then, at random, students were asked to present the obtained results to the whole class directly from their cell phone, tablet or notebook, via a multimedia projector equipped with a Chromecast. The return of this pedagogical experience, according to the students, was positive considering the opinions about the importance of using these technological tools in the classroom.

Keywords: Information and Communication Technology. Instrumental Analytical Chemistry. Dropbox. Spectrophotometry.

Biografia do Autor

Efraim Lázaro Reis, Universidade Federal de Viçosa

Graduado em Licenciatura (1976) e Bacharelado (1977) em Química pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), Mestre (1983) e Doutor (1997) em Química Analítica, ambos pelo Instituto de Química da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).  Bacharel em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela Universidade de Franca (2018). Especialista em Tecnologias Digitais e Inovação na Educação pela Universidade de Franca (2020). Professor Titular Aposentado da UFV (2019); Na UFV foi coordenador do Curso de Química, diretor da Diretoria de Registro Escolar, chefe de Gabinete da Reitoria, secretário de Órgãos Colegiados e presidente da Comissão Permanente de Pessoal Docente da UFV, coordenador local do Programa de Mestrado Profissional em Química em Rede Nacional (PROFQUI). Representa o Conselho Regional de Química - MG, como delegado para Viçosa-MG e região. Atuou como avaliador de cursos e instituições pelo INEP-MEC. Foi membro do Comitê Gestor Nacional do PROFQUI. Tem experiência na área de Química, com ênfase em Eletroanalítica, atuou como orientador no Programa de Pós-Graduação em Agroquímica e no Programa de Mestrado Profissional em Química em Rede Nacional, tendo orientado ou co-orientado 66 dissertações de mestrado e 12 teses de doutorado, principalmente nos seguintes temas: metais pesados, ácidos húmicos, quimiometria (reconhecimento de padrões, otimização e calibração multivariada), potenciometria e voltametria.

César Reis, Universidade Federal de Viçosa

Federal de Viçosa (UFV), mestre em Agroquímica (1991) pela Universidade Federal de Viçosa e doutor (1996) em Química Analítica pelo Instituto de Química da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Professor Titular Aposentado da UFV (2019). Foi coordenador do curso de Química e do Programa de Pós-Graduação em Agroquímica. Tem experiência na área de Química Analítica e Ambiental, com ênfase em desenvolvimento e otimização de metodologias de análise e tratamento de efluentes industriais. Trabalhou principalmente com os seguintes temas: otimização, adsorção, potenciometria, espectrofotometria, metais pesados, ácidos húmicos e efuentes da indústria têxtil e de celulose e papel.

Clausius Duque Gonçalves Reis, Universidade Federal de Viçosa

Graduado em Sistemas de Informação (2005) pela Faculdade de Viçosa. Mestre em Engenharia Elétrica e de Computação (2010) pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) na área de computação gráfica. Doutor em Ciências da Computação e Matemática Computacional  (2020) pelo Instituto de Ciências em Matemática e Computação da Universidade de São Paulo (USP), na área de visualização da informação trabalhando com Ecologia Acústica. Foi analista de Tecnologia da Informação e coordenador da Central de Processamento de Dados do Campus da UFV em Rio Paranaíba. Atualmente é professor na Universidade Federal de Viçosa - Campus da UFV em Rio Paranaíba, MG.

Érika de Freitas Basílio, Universidade Federal de Viçosa

Graduada em Licenciatura em Química (2018) pela Universidade Federal de Viçosa. Foi bolsista do PIBID (2016).

Guilherme Ramos Pereira, Universidade Federal de Viçosa

Graduado em Licenciatura em Química (2018) pela Universidade Federal de Viçosa. Mestrando em Agroquímica (2020) da Universidade Federal de Viçosa. Foi bolsista do PIBID (2016).

Carlos Adriano Martins, Universidade Cruzeiro do Sul

Graduado em Licenciatura em Ciências Biológicas (1999) pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras - Fundação Santo André (FSA). Graduado em Licenciatura em Pedagogia (2008) pela Faculdade Nove de Julho (Uninove). Aperfeiçoamento em Cenários e Modalidades de EaD (2017) pela Faculdade de Tecnologia Ciências e Educação (FATECE). Especialização em Psicopedagogia na Escola (2017) pela
Metropolitan Educação Ltda (FAMEESP). Especialização em Gestão Ambiental (2005) pelo Centro Universitário Claretiano m(CEUCLAR). Especialização em Docência no Ensino Superior (2011) pelo Centro Universitário Claretiano (CEUCLAR). Especialização em Gestão Educacional (2019) pela Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI). Mestre em Educação (2002) pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP). Doutor em Ensino de Ciências e Matemática (2016) pela Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL). Avaliador ad hoc INEP-MEC. Qualificação e atuação nas áreas de formação docente, linguagens audiovisuais, educação ambiental, coordenação de cursos, consultoria educacional; educação a distância: gestão, elaboração de cursos, produção MDM, tutoria, AVAs (experiência em Canvas e Blackboard).  

Publicado
2021-02-03
Seção
Artigos