Purificação do Óleo de Fritura com Adsorventes Naturais para a Produção de Biodiesel

  • Thalita Queiroz e Silva Universidade do Estado do Rio Grande do Norte
  • Brismark Goes da Rocha
  • Lilia Basilio de Caland UERN

Resumo

Resumo
Observando a abundância dos resíduos agrícolas em praticamente todas as regiões do país e suas boas propriedades para purificar o óleo de fritura, o presente trabalho teve como objetivo a purificação do óleo de fritura empregando adsorventes naturais para a produção sustentável de biodiesel. Inicialmente, os resíduos agrícolas passaram pelo processo de produção dos bioadsorventes. Posteriormente foram caracterizados por Microscopia Eletrônica de Varredura, Espectroscopia de Energia Dispersiva, Termogravimetria, Espectroscopia no Infravermelho e Difração de Raios-x. Além dos bioadsorventes, o carvão ativo comercial foi utilizado para fins comparativos, este também foi caracterizado físico-quimicamente. O óleo de fritura passou pelo processo de purificação com os adsorventes naturais e o sintético, com a finalidade de remover os ácidos graxos livres presentes no óleo. Após a purificação do óleo, foi realizada a síntese do biodiesel por meio da reação de transesterificação. Os parâmetros utilizados para avaliar a produção e qualidade do biodiesel foram Espectroscopia de Infravermelho, análise de Espectroscopia de Ressonância Magnética Nuclear de Hidrogênio, índice de acidez, índice de iodo e rendimento. As técnicas de caracterização mostraram que houve a conversão dos triglicerídeos em ésteres metílicos (biodiesel). Além disso, que houve uma redução no índice de acidez e de iodo do óleo após a purificação com os diferentes adsorventes. E todas as amostras de biodiesel com o óleo purificado, com os bioadsorventes, apresentaram rendimento superior a 80%. Desta forma, pode-se concluir que a purificação do óleo, com os bioadsorventes estudados, regenerou as propriedades do óleo de fritura e melhorou a qualidade do biodiesel obtido.

Palavras-chave: Resíduos agrícolas. Bioadsorventes. Purificação do óleo de fritura. Biodiesel.

Abstract
Observing the abundance of agricultural residues in practically all regions of the country and its good properties to purify frying oil, the present work aimed to purify frying oil using natural adsorbents for a sustainable biodiesel production. Initially, agricultural waste went through the production process of bioadsorbers. After, they were characterized by Scanning Electron Microscopy, Dispersive Energy Spectroscopy, Thermogravimetry, Infrared Spectroscopy and X-Ray Diffraction. In addition to bio-adsorbents, commercial active carbon was used for comparative purposes, this was also physically-chemically. The frying oil has gone through the purification process with natural and synthetic adsorbents, with a free fatty acid remover present in the oil. After purifying the oil, biodiesel was synthesized using the transesterification reaction. The parameters used to evaluate the production and quality of biodiesel were infrared spectroscopy, analysis of hydrogen nuclear magnetic resonance spectroscopy, acidity index, iodine index and yield. The characterization techniques showed that there was the conversion of triglycerides into methyl esters (biodiesel). In addition, there was a reduction in the acidity and iodine index of the oil after purification with the different adsorbents. All the samples of biodiesel with purified oil, with bioadsorbers, yield greater than 80%. So, it can be concluded that the purification of the oil, with the studied bioadsorbers, regenerated the properties of the frying oil and improved the quality of biodiesel.

Keywords: Agricultural waste. Bioadsorbers. Purification of frying oil. Biodiesel.

Publicado
2021-02-03
Seção
Artigos