A Implantação da Gestão por Competências em uma Escola de Idiomas

  • Alex Andrade Mesquita Universidade Federal do Maranhão. MA, Brasil.
  • Daniel Pacheco Florentino Polícia Rodoviária Federal. MA, Brasil
Palavras-chave: Gestão por competências. Implantação. Modelo.

Resumo

A gestão por competências tem ganhado cada vez mais destaque no cenário empresarial, apresentando-se como uma ferramenta estratégica para o desenvolvimento de pessoas e de organizações. Contudo, apesar de tal destaque são poucos os exemplos práticos e estudos de caso, que apresentam o procedimento de implantação da gestão por competências. O presente estudo teve caráter didático e apresentou um modelo de como efetuar a implantação da gestão por competências em uma escola de idiomas. A amostra foi composta por 26 funcionários provenientes de diversas funções, sendo 11 do sexo masculino e 15 do sexo feminino, que responderam ao inventário comportamental para o mapeamento das competências. Foram mapeadas cinco funções: recepcionista, professor e coordenadores: geral, pedagógico e administrativo. O procedimento utilizado apresentou oito etapas: sensibilização dos funcionários, coleta de indicadores comportamentais, consolidação dos indicadores, associação dos indicadores das competências, identificação das competências para cada função, cálculo do peso do indicador, cálculo do nível de competência da função e feedback dos resultados. Posteriormente, quatro gestores avaliaram o sistema implantado. Foram mapeados 64 indicadores comportamentais, que foram associados a 13 competências. A competência “trabalho em equipe” foi a única considerada muito importante para todas as funções. As avaliações, por parte dos gestores, foram positivas sobre o sistema implantado. Espera-se que esse trabalho possa contribuir como um modelo a ser seguido e, também, propicie reflexões sobre o uso da gestão por competências.

Palavras-chave: Gestão por competências. Implantação. Modelo.

Abstract

The competence-management system has gained prominence in the business scenario, presenting itself as a strategic tool for people and organizations development. However, in spite of such prominence, there are few practical examples and case studies that present the competencemanagement system implantation procedure. The present study had didactic character and presented a model about how to implement the competence management-system in a language school. A sample of 26 employees from several functions, including 11 males and 15 females answered a behavioral inventory for the competence mapping. Five functions were mapped: receptionist, teacher, general coordinator, pedagogic coordinator and administrative coordinator. The procedures were conducted in eight steps: employees awareness, behavioral indicators collection, indicators consolidation, the indicators association to competences, identification of each function competences, the indicator weight calculation, the level of competence function calculation and findings feedback. Four managers evaluated the implanted system later. 64 behavioral indicators were mapped that were associated to 13 competences. Only the competence “team work” was considered very important for all functions. The managers evaluation were positive about the implanted system. It is expected that this work can contribute like a model to be followed and also enable further reflections about using the competence-management system.

Keywords: Competence-Management System. Implementation. Model.

Publicado
2018-06-30
Seção
Artigos Originais