Entrevista com Claudio Botelho: uma conversa sobre versão para musicais

  • Adriana Fiuza Meinberg

Resumo

A presente entrevista é uma conversa com o versionista de musicais, Claudio Botelho - produtor de musicais teatrais, diretor de teatro, adaptador, versionista, ator, cantor, compositor. Começou a trabalhar com musicais no início da década de 80 e hoje conta com mais de 31 espetáculos em seu curriculum. Em 1999 o conjunto de seus trabalhos recebeu o Prêmio Mambembe. Em 2000, recebeu o Prêmio Governo do Estado do Rio de Janeiro por seu trabalho em Cole Porter. Em 2004, recebeu o Prêmio Shell pelas versões para o português do musical Tudo é Jazz!. Ele nos conta sobre sua formação em tradução de canções e em teatro, como seu processo tradutório ocorre e quais são as preocupações e os desafios comumente presentes em seu ofício de verter canções para a montagem de musicais no Brasil. Explica o que considera uma tradução aceitável, bem como a diferença entre franchise e réplica. Finalmente, Botelho faz suas recomendações àqueles que desejam trabalhar como versionistas de musicais.
Publicado
2015-07-07
Seção
Artigos