Benefícios do treinamento muscular respiratório em pacientes com escoliose idiopática do adolescente

  • Marcos Adriano Salício
  • Walkiria Shimoya Bittencourt
  • Viviane A. M. M. Salício
  • Carla Caryna Garcia Borges
  • Daiane Oliveira da Silva

Resumo

Introdução: A escoliose idiopática afeta a coluna vertebral provocando alterações na postura e na dinâmica da caixa torácica, podendo diminuir a expansibilidade pulmonar, Capacidade Vital e função diafragmática. Objetivos: Identificar alterações na função pulmonar e força muscular respiratória e analisar a influência do uso do treinamento muscular respiratório com uso do Threshold IMT®, em pacientes com escoliose idiopática. Método: Foi realizado um relato de caso, abordando 2 pacientes, sexo feminino, com idade de 13 e 14 anos com uso de colete de Milwalkee. Foram obtidos dados de peso, estatura e idade e analisado a curvatura escoliótica por meio do exame radiológico da coluna, pela medida do ângulo de Cobb na curva torácica. Para determinação da Capacidade Funcional Pulmonar, foram realizadas avaliações  espirométricas abordando a CVF (Capacidade Vital Forçada), VEF1(Volume Expirado no 1º segundo) e Índice de Tiffeneau (VEF1/CVF), além da manovacuometria, prévio ao treinamento e na 13ª, 26ª, 39ª sessões de treinamento muscular com Threshold IMT®. Resultados: Observouse que a espirometria de P1 que apresentou curvatura de 19° se manteve dentro da normalidade, porém com valores da manovacuometria inferiores aos valores previstos, obtendo melhora após a intervenção com Threshold IMT®. Com referência a P2, que apresentou curvatura de 34°, a espirometria demonstrou parâmetros restritivos, com achados na manovacuoametria demonstrando valores próximos da normalidade prevista ao paciente, obtendo também melhora após intervenção com treinamento muscular respiratório. Conclusão: O treinamento muscular respiratório com uso do Treshold IMT® melhora a força muscular das pacientes com escoliose idiopática.

Publicado
2015-07-02
Seção
Artigos